Exército brasileiro gasta R$ 730 mil em brindes e bonecos do Rambo

Vela a

A revista VEJA publicou nesta segunda-feira, 15 de março, uma informação exclusiva sobre os gastos do Exército brasileiro. De acordo com a publicação, o Batalhão Mauá, em Araguari, Minas Gerais, está realizando a compra de brindes e materiais fotográficos no valor de R$ 730 mil, entre eles bonecos do rambo.

Cerca de R$ 80 mil será em bonecos miniaturas do filme Rambo, estrelado por Sylvester Stallone, em 1972. Cada um deles deve sair em torno de R$ 408,67. Já os demais itens dos brindes estão 110 kits para churrasco, incluindo picanha e cerveja, canetas, bonés, maletas de alumínio, gravação a laser e o brasão do Exército, entre outras coisas.

No dia 15 de janeiro de 2021, o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) lançou um edital de licitação em que previa um gasto de mais de R$ 4,5 milhões em coquetéis, almoços, decoração e jantares promovidos por militares do Exército brasileiro. O Ministério da Defesa é responsável pela contratação dos serviços do Exército.

(Foto: Exército brasileiro/Divulgação)

Meme do exército

Ainda no começo de 2021, o Exército brasileiro virou meme em torno de uma polêmica sobre os protocolos de segurança contra a Covid-19. Isso porque a força armada divulgou imagens de um treinamento que aconteceu em novembro de 2020, em que os soldados usavam “máscaras fakes” feitas por computação. 

As imagens repercutiram na internet e se tornaram piadas. O Exército brasileiro chegou a se pronunciar sobre a suposta máscara feita digitalmente e disse em nota, divulgada pelo jornal O Tempo, que não tendia como as imagens publicadas no site oficial foram manipuladas. O Exército apagou as publicações.

Exército Brasileiro (Foto: Divulgação/ Exército)

- PUBLICIDADE -

Quanto ganha um soldado do Exército Brasileiro?

De acordo com informações oficiais, a média salarial de um soldado do Exército é de R$ 1.543,00. O valor máximo pode chegar a R$ 1.935,00.

Jair Bolsonaro
Comentários (0)
Comentar