12 cidades do litoral de São Paulo furaram restrições no fim de semana

12 municípios da costa paulista decidiram não entrar na fase vermelha, como recomendou o governo do estado e vão continuar na fase amarela.

Pelo menos 12 cidades do litoral de São Paulo decidiram não entrar na fase vermelha, como recomendou o governo do estado. Os municípios vão continuar na fase amarela durante os dias 1, 2 e 3 de janeiro. Assim como foi no feriado do natal.  As praias e as cidades ficaram cheias no último fim de semana de 2020.

Os prefeitos afirmaram que o estado deu a recomendação pouco tempo antes dos feriados e os comerciantes já haviam se programado para receber os turistas. Por isso, não poderiam fechar comércios como bares e restaurantes.

Litoral de São Paulo

Entre as cidades que vão manter a fase amarela estão os nove municípios da Baixada Santista (Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Vicente), Caraguatatuba, Ubatuba e São Sebastião, no litoral norte.

Além das cidades litorâneas, Mogi das Cruzes e Cotia, na Grande São Paulo, e Bauru, no interior, também decidiram não restringir as medidas contra a covid-19.

Durante o final de ano, as praias ficaram cheias e a movimentação turística aumentou nas cidades. As prefeituras alegam ter aumentado a fiscalização nos locais.

litoral de são paulo
Foto: Itaicy Júlio/Arquivo Pessoal

Praias fechadas no ano novo

Mesmo “furando” as restrições impostas pelo governo, as cidades do litoral decidiram que as praias vão ficar fechadas durante a virada de ano, no dia 31. A medida foi decretada, pois essa é a data em que mais pessoas vão à orla e se aglomeram. Além de ser o dia em que mais turistas descem para o litoral.

Além disso, as prefeituras dos municípios da Baixada Santista também planejam barreiras sanitárias para impedir a entrada de vans, ônibus e micro-ônibus de turismo que não tenham autorização prévia da Secretaria de Turismo, no dia 31, das 10 às 18 horas. O acesso dos demais veículos é liberado normalmente. Os municípios da baixada afirmam contar com ajuda estadual para fazer as barreiras.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes