Feirão Virtual da Casa Própria termina neste domingo (29); veja como participar

O Feirão da Casa Própria, organizado pela Abrainc e Cbic, encerra suas negociações de imovéis neste fim de semana. O evento é online.

O Feirão da Casa Própria termina neste domingo (29). Sendo assim, mais de 130 anunciantes do setor imobiliário ofertaram casas e apartamentos em todo o Brasil, desde 20 de novembro. A Caixa Econômica Federal é uma das participantes, com condições especiais de financiamentos.

Dessa forma, a feira de imóveis tem a organização da Associação Brasileira de Incoporadoras Imobiliárias (Abrainc). Mas também, Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic).

Durante o evento IV Painel Cooperativismo Financeiro em 25 de novembro , o presidente da Cbic, José Carlos Martins, declarou a necessidade da venda de imóveis se tonar cada vez mais virtual.   “A venda digital passou a ser uma realidade no dia a dia das empresas. Quando abrimos nossos números, percebemos o ganho de share das empresas mais estruturadas em relação às que não acreditaram que poderiam vender para o seu cliente de forma digital”, disse Martins.

Isso porque, apesar dos impactos causados pela pandemia de covid-19, o setor de imóveis apresentou crescimento. O Brasil registrou um aumento de 8,4% nas vendas de imóveis novos, principalmente apartamentos entre janeiro e setembro de 2020, em comparação ao mesmo período que o ano passado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os dados são do estudo Indicadores Imobiliários Nacionais do 3º trimestre de 2020, com a relização da Cbic em parceria com o Senai Nacional e a Brain Inteligência Estratégica.

 

Como participar do Feirão da Casa Própria?

O público-alvo do Feirão Virtual da Casa Própria são compradores de baixa renda que procurar o primeiro imóvel próprio. Sendo assim, para quem deseja morar ou investir em casas ou apartamentos. Vale lembrar que o feirão também oferece residências para aluguéis.

Sendo assim, interessados de todo o Brasil podem participar do evento. Por conta da feira ser online, os clientes conseguem economizar ainda mais, já que antes de tomar a decisão será possível pesquisar imóveis mais que cumprem com suas necessidades.

Dessa forma, os imóveis à venda têm valores entre R$ 100 mil e R$ 1,5 milhão. Contudo, a maioria dos imóveis estão nas regiões Sudeste, principalmente São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Minas Gerais (MG). Mas também, nas capitais de Teresina (PI), Palmas (TO) e Macapá (AP). Ao todo, 130 construtoras participam do evento, inclusive a Caixa Econômica Federal.

 

 

Leia também

 

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes