Óleo de rícino: conheça os benefícios para a sobrancelha e cabelos

Com um preço acessível, o produto natural é eficaz para os cuidados com cabelos, cílios e sobrancelhas

O cabelo é parte essencial da vaidade feminina. E se você pensa que para cuidar das madeixas é necessário gastar muito dinheiro, trago uma boa notícia: não precisa. Isso porque, cada dia que passa, a eficácia de óleos e produtos naturais – que costumam ser acessíveis- é mais comprovada. Um deles é o óleo de rícino, eficaz para os cuidados com cabelos, cílios e sobrancelhas.  

O que é o óleo de rícino?

Nativa da Ásia Meridional, a planta de nome científico Ricinus communis L. é muito conhecida no Brasil. Os nomes podem mudar, de mamoneira e rícino à palma-criste. Mundialmente, a sua cultura é destinada a extração do óleo da semente de mamona.  Afinal, o óleo não se mistura com a ricina, componente tóxico da mamona, e por isso sua extração e uso é segura.

Comum no território brasileiro,  cada semente da planta contém entre 40% e 50% do óleo, que possui grandes quantidades de vitamina E, ácidos graxos e sais minerais. Com efeito cicatrizante e hidratante, o óleo de rícino também mantém a pele protegida, além de amenizar acne, queimadura e até estrias. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Conhecido por ajudar em muitas patologias, entre elas, principalmente a prisão de ventre, o óleo de rícino passou a ser recomendado no tratamento de cabelos. Sobretudo por promover o crescimento saudável das madeixas, cílios e sobrancelhas. 

Benefícios do óleo de rícino para o cabelo

Óleo de rícino traz benefícios ao cabelo
Óleo de rícino traz benefícios ao cabelo (Foto: Unsplash)

Por ser rico em vitaminas e nutrientes é grande aliado dos cabelos.  É que seus benefícios,  ajudam no fortalecimento dos fios e estimulam o crescimento. Então, é perfeito para as mulheres que estão em busca de um cabelo longo, forte e nutrido. Entre os principais benefícios estão:

O óleo de rícino fortalece os fios 

Indicado para fios quebradiços e com queda intensa, o óleo de rícino ajuda a formar uma película capilar capaz de proteger fio a fio, a fim de reduzir pontas duplas, evitar as quedas e deixar os cabelos protegidos contra as ações do tempo. Ou seja, impede que as madeixas fiquem com aparência elétrica e ressecada, dando brilho aos fios e um aspecto mais sedoso. 

Óleo de rícino nos cabelos
É possível fortalecer os cabelos com o óleo natural (Foto: Unsplash)

O óleo de rícino diminui a caspa

Só que sofre com essas descamações do couro cabeludo, sabe como são incômodas. Mas, com propriedades antifúngicas que limpam o couro cabeludo, o óleo de rícino é indicado no combate às caspas, coceiras e outros problemas causado por esses fungos. No entanto, ele é apenas um aliado – por não ter o poder de cura. O indicado é ir ao dermatologista para junto com o óleo natural, fazer o tratamento adequado.  

Ajuda no crescimento e dá brilho 

Ao promover a saúde do couro cabeludo, ele promove a força e nutrição dos fios. Elementos esses que são fundamentais para acelerar o crescimento e aumentar a espessura dos cabelos. Adeptos do óleo de rícino afirmam que o produto potencializa o crescimento do cabelo em até cinco vezes. 

É possível aplicar e estimular o crescimento capilar a partir de folículos adormecidos. Para isso, basta fazer uma umectação semanal com óleo de rícino, ou adicioná-lo à sua máscara capilar para obter maiores resultados com ela. E, por ser um óleo, repõe automaticamente a oleosidade natural dos cabelos, o que faz os fios se tornarem brilhantes, macios e bonitos.  Uma baita nutrição. 

Como usar no cabelo?

O óleo de rícino é usado na nutrição ou umectação do cabelo, ou seja,  repõe vitaminas e minerais que estejam faltando nos fios. Esse procedimento é fundamental para cabelos ressecados e indisciplinados, porque tem o poder de remodelar as madeixas. A ideia é repor a gordura e a oleosidade. As donas dos cabelos crespos e cacheados, devem se atentar a essa dica, pois devido à curvatura dos cachos, o óleo da raiz não consegue chegar totalmente até as pontas dos fios e o óleo de rícino pode ser um bom aliado. 

cabelos cacheados
Óleo de rícino é bom para cabelos cacheados (Foto: Unsplash)

O tratamento com óleo de rícino, traz brilho aos cabelos, confere força, vitalidade, sela a hidratação no fio e acaba com as pontas duplas e ressecadas. No entanto, esse procedimento  só pode ser feito por no máximo duas vezes na semana.

Veja algumas dicas: 

 

Óleo de rícino é versátil 

mulher que usou óleo de rícino
A versatilidade do óleo de rícino  (Foto: Unsplash)

Bom, já se pode perceber a versatilidade do produto natural. Mas, se pararmos para pensar que o cabelo é classificado como um pelo de crescimento contínuo somente localizado no couro cabeludo, acabaríamos por minimizar a importância de outros protetores do corpo, cuja a função é diminuir os impactos dos fatores ambientais: como a sobrancelha e o cílios.  Então, o óleo de rícino é tão eficaz aos cabelos, quanto aos pelos.

Bom amigo da sobrancelha 

Óleo de rícino é bom para sobrancelha
Óleo de rícino é bom para sobrancelha (Foto: Unsplash)

As sobrancelhas são os destaques do rosto, principalmente porque mantêm a harmonia facial. Nos últimos anos, a sobrancelha grossa tem chamado atenção nos desfiles de moda. Essa tendência ganhou espaço e está cada vez mais forte. Para ajudar no processo de engrossá-las, o óleo de rícino é de muita importância. 

É possível aplicá-lo sozinho ou em uma mistura – uma espécie de máscara como a aplicada nos cabelos. Para usar o óleo de rícino puro é simples! Com um cotonete, coloque o produto e deixe agir por 30 minutos. Lave com água morna e um sabonete neutro. Repita uma vez por semana até ver o resultado.

Agora, se quiser fazer a máscara, é necessário aprender a receita: coloque em um pote, uma colher de café de azeite de oliva extravirgem e a mesma medida de óleo de rícino. Leve a mistura ao microondas por dez segundos, espere esfriar um pouco e, ainda morno, aplique com um cotonete ou gaze nas sobrancelhas. Deixe agir por uma hora e depois retire com um removedor de maquiagem.

Assim, logo estará pronta para acompanhar a tendência! 

Fundamental para se conseguir o cílios dos sonhos 

Cílios de boneca com óleo de rícino (Foto: Unsplash)

Com cautela, para não atingir os olhos, é possível aplicar óleo de rícino e tentar criar o tão sonhado cílios de boneca. Para isso, utilizando uma escovinha  fina para a aplicação de máscara de cílios, coloque uma  pequena quantidade do produto. 

Esse processo dá força especialmente aos fios que são diariamente agredidos pelo uso do rímel. Logo, o óleo de rícino se tornará para os cílios, o que o hidratante é para a pele e o condicionador para o cabelo: absolutamente essencial.

Com o passar dos dias, será possível perceber pelos mais flexíveis, brilhante, fortes e espessos. Contudo, para evitar qualquer problema com o produto natural, consulte um dermatologista para verificar a real necessidade de se aplicar o óleo de mamona nos cílios. 

Cuidados com o óleo de rícino

Existe um ditado que diz: “A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”. E com o óleo de rícino, não é diferente. Dependendo da concentração e do tempo de exposição ao produto, pode haver irritação na pele e no couro cabeludo. Além disso, é preciso evitar o contato com olhos e mucosas em exposição solar até quatro horas após a aplicação, para evitar manchas. Grávidas e lactantes não devem usar. 

A mistura de diferentes tipos de óleos pode acabar tornando os fios muito finos e suscetíveis à quebra. Contudo, o óleo de rícino sozinho já é um bom tônico capilar. De qualquer forma, nunca dispense o auxílio médico para definir a forma mais adequada para  você usar o produto. 

Fonte: Fabiane Mulinari Brenner é dermatologista e assessora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). 

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes