Eleições São Paulo 2020: Russomanno lidera pesquisa Ibope

A primeira pesquisa Ibope realizada desde a confirmação dos candidatos à eleição na cidade de São Paulo mostra Celso Russomanno (Republicanos) como líder entre os concorrentes com 24% das intenções de voto, seguido do atual prefeito Bruno Covas (PSDB), que pontuou 18%.

Eleições São Paulo 2020 – O candidato Celso Russomanno (Republicanos) está liderando as intenções de voto à Prefeitura de São Paulo com 26%, segundo pesquisa realizada pelo Ibope em parceria a Associação Comercial de São Paulo. Logo atrás está Bruno Covas, atual gestor da cidade, com 18%.

Eleições São Paulo 2020

 

A terceira colocação na pesquisa está bolada com Guilherme Boulos (PSOL) que tem 8% das intenções e Márcio França (PSB), com 6%.  Isso porque a margem de erro da pesquisa é de quatro pontos para mais ou para menos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A pesquisa sobre as eleições São Paulo 2020 foi realizada entre os dias 14 e 20 de setembro e ouviu 1.001 pessoas. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nº SP-04089/2020.

Joice Hasselmann (PSL) e Arthur “Mamãe Falei” do Val (Patriota) com apenas 2%. Andrea Matarazzo (PSD) e Filipe Sabará (Novo), ambos concorrendo à prefeitura pela primeira vez, marcaram 1%. O PT, que concorre com Jilmar Tatto, também aparece com 1% das intenções de voto, bem como os candidatos Marina Helou (Rede), Levy Fidelix (PRTB) e Vera Lucia (PSTU).

Quem são os mais rejeitados?

Os eleitores foram questionados sobre em quem não votariam de jeito nenhum. Russomanno e Covas também lideram: o atual prefeito surge com 30%, enquanto o deputado aparece com 24%. Enquanto Boulos tem 13% de rejeição, e Márcio França, 10%.

Eleições São Paulo 2020: como serão?

  • Após 26 de setembro: início da propaganda eleitoral, também na internet;
  • 27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
  • 15 de novembro: primeiro turno das eleições São Paulo 2020
  • 29 de novembro: segundo turno das eleições São Paulo 2020
  • 18 de dezembro: será realizada a diplomação dos candidatos eleitos em todo país, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes