Lula é vacinado com a segunda dose contra covid-19 neste sábado (03)

Lula recebeu o imunizante três semanas após ser vacinado com a primeira dose de Coronavac

O ex-presidente Lula, 75 anos, recebeu a segunda dose da vacina contra o coronavírus na manhã deste sábado (3), em São Bernardo do Campo (SP), em um posto drive-thru. Lula foi vacinado com a primeira dose da Coronavac há três semanas, no dia 13 de abril.

A vacinação de Lula foi transmitida ao vivo pelas redes sociais dele. Após tomar o imunizante, o ex-presidente Lula fez uma outra live reforçando a necessidade da imunização e os cuidados necessários contra o vírus.

“Eu quero mostrar ao querido povo brasileiro que eu acabo de tomar a minha segunda dose da vacina Coronavac. É importante frisar que é a vacina do Butantan. Estou seguro que em poucos dias estarei mais prevenido contra a Covid-19. Agora o que eu queria dizer que não é porque eu tomei a vacina que eu posso relaxar”, afirmou Lula.

Em seguida, o ex-presidente Lula, após ser vacinado, disse: “Quem tomou a segunda dose tem que continuar utilizando máscara, continuar lavando as mãos, usando álcool em gel e evitando aglomeração. A vacina é muito importante, mas tão importante quanto a vacina é a responsabilidade de cada homem e cada mulher desse país tem que ter ao se cuidar” relatou.

Número de vacinados no Brasil

Até às 22 horas da última sexta (2), mais de  24 milhões de vacinas tinham sido aplicadas, desde o início do programa de imunização contra a Covid-19. Ao todo, 18,9 milhões de pessoas receberam a primeira dose do imunizante e mais de 5,3 milhões de brasileiros tomaram as duas.

Contudo, nem todos os estados e municípios do país conseguiram divulgar as informações completas. Com isso, o número de vacinados no Brasil até o momento pode ser ainda maior.

Acompanhe o número de vacinados por aqui.

Bolsonaro pode ser vacinado

Na sexta-feira (02) o Planalto divulgou ao Ministério da Saúde o interesse de Jair Bolsonaro em ser vacinado já neste sábado. Com o início da campanha para idosos a partir de 66 anos, o presidente da República agora faz parte do grupo prioritário para receber o imunizante.

O Gabinete de Segurança Institucional, no entanto, ainda não definiu como será feita a logística. Bolsonaro tem a possibilidade de receber o imunizante contra a doença no próprio ministério, e não nos postos de saúde.

Leia mais notícias em DCI.

Lula recebe 1ª dose da vacina e chama Bolsonaro de ignorante

Lula supera Bolsonaro em potencial de voto para 2022

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.