Como aumentar massa muscular com a alimentação 

Para aumentar o volume dos músculos no corpo você precisa malhar, mas também deve apostar em uma dieta equilibrada e, claro, focar nos produtos certos.

Você vai para a academia porque deseja fortalecer e definir o corpo? Então já deve ter se perguntado como aumentar massa muscular de forma mais eficiente. Afinal, só a atividade física não é suficiente para alcançar esse objetivo. Você precisa, além disso, de uma alimentação específica e balanceada.

De acordo com a endocrinologista e nutróloga Gabriela Abdo Camargo, a dieta certa inclui diversas estratégias. Por exemplo, consumir mais calorias do que se gasta e aumentar a quantidade de proteínas e gorduras boas. “Alimentos proteicos são, de fato, muito importantes para o ganho de massa muscular. Pois o músculo contém fibras formadas por células com miofibrilas de proteínas. Entretanto, carboidratos e certos tipos de gordura também são necessários. Eles garantem energia para os treinos, recuperação da síntese muscular e melhoria da performance.”

A explicação para isso é simples. “Enquanto o exercício confere estímulo local para aumentar a massa muscular, a alimentação oferece substrato para que isso ocorra. Ou seja, sem o exercício, o suporte nutricional não será suficiente. Por isso, se o objetivo é ganhar músculos, concentre-se em exercício regular e em ingerir os alimentos certos”, diz Gabriela. Como resultado, você vai conseguir fortalecer os músculos e promover a saúde geral do corpo.

 

O papel da alimentação 

 

Então, o que você deve comer para aumentar a massa muscular? O foco, segundo a médica, são alimentos com alto teor proteico. Assim como laticínios, carnes, ovos, peixes e feijões. “Recomenda-se, em geral, a ingestão diária de 0,75g a 1g de proteína por quilo de peso corporal. Isso dá, em média, três porções ao longo do dia. Mas a quantidade ideal depende do perfil de cada pessoa. Por exemplo, a necessidade é maior para atletas e menor para quem tem doenças renais ou hepáticas.”

Há estudos que mostram que uma dieta hiperproteica é essencial para aumentar a massa muscular. No entanto, deve-se evitar consumir apenas proteínas de fonte animal. Isso porque esse tipo de alimento é rico em gorduras ruins. Por consequência, eleva o risco de doenças do coração a longo prazo.

A seguir, Gabriela indica boas opções de alimentos para quem quer aprender como aumentar massa muscular.

 

Proteína animal – como aumentar massa muscular

- PUBLICIDADE -

proteína animal
Imagem: reprodução / Pinterest

 

Frango

É rico em proteína e fácil de usar nas refeições principais tanto quanto nos lanches.

Carnes vermelhas magras 

Todas as carnes são ricas em proteína e ferro. Tais nutrientes ajudam a aumentar a massa muscular, bem como o oxigênio nos músculos. 

Salmão

Esse peixe contém proteínas, mas também é rico em ômega-3. Trata-se de uma gordura boa com efeito anti-inflamatório. Por isso, ajuda na recuperação muscular.

Ovo

- PUBLICIDADE -

Ótima fonte de proteínas, essencial para aumentar a massa muscular. Além disso, contém ferro e vitaminas do complexo B. Com isso, melhora a oxigenação dos músculos e favorece seu crescimento.

Queijos

São ricos em proteínas e bastante versáteis. 

Leia também

O que é o spray nasal contra covid que Bolsonaro tanto fala?

Entenda o que é a síndrome de Haff e como tratar a doença

Atum 

Mais um alimento cheio de ômega-3. Ademais, é fácil de utilizar e fornece proteínas e gorduras boas. Você pode usar o atum nos lanches do pré e pós treino.

Leite 

Fonte de proteínas, cálcio, fósforo e magnésio. Esses minerais são importantes para aumentar a massa muscular e o rendimento do treino.

 

Proteína vegetal – como aumentar massa muscular 

- PUBLICIDADE -

como aumentar massa muscular
Imagem: reprodução / Pinterest

 

Tremoço 

Esse grão é da mesma família da ervilha. Possui zinco, manganês, ferro, cálcio e vitaminas, como o ácido fólico. É rico em fibras, por isso promove saciedade. Ajuda, além disso, a controlar o colesterol e a diabetes. 

Soja 

- PUBLICIDADE -

A soja é opção para aumentar a massa muscular porque é uma famosa fonte de proteína vegana. Tem ainda fibras e isoflavonas que ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim. Fornece ômega-3, então fortalece os ossos. Por fim, alivia sintomas da menopausa e mantém a firmeza da pele.

Feijão 

Você pode escolher qualquer variedade, porque todas são ricas em proteína e ferro mineral. Manter o nível saudável do nutriente no organismo é importante para a saúde. Afinal, previne anemia e fortalece o sistema imune. 

Amendoim 

Possui excelente quantidade de proteínas e reduz o colesterol ruim. Tem vitamina B3, importante para o sistema nervoso e no combate ao Alzheimer. Apresenta baixo índice glicêmico e fibras, ou seja, é ideal para prevenir diabetes. 

Amêndoa 

Outra opção para quem quer aumentar a massa muscular. É fonte de cálcio e magnésio, que mantêm a saúde dos ossos. Além disso, promove bastante saciedade.

Castanha-de-caju 

Cheia de gorduras boas que protegem o coração. E também tem minerais como magnésio, ferro e zinco, que previnem anemia e dão uma forcinha para pele, unhas e cabelo. O consumo dessa castanha previne o câncer, além de ser um ótimo alimento anti-idade

Fonte: Gabriela Abdo Camargo, endocrinologista e nutróloga da Clínica Leger.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes