Cemig vende sua participação na Light

Plano de desinvestimento de contribuir para reduzir dívidas e buscar novas oportunidades de melhorar seus serviços no Estado de Minas Gerais

Cemig informou ao mercado que seu conselho de administração aprovou a venda total de 22,6% de participação da companhia na elétrica Light , equivalente a 68.621.264 ações. Essa oferta está alinhada a um plano de desinvestimentos da Cemig, que busca vender alguns ativos para reduzir dívidas.

Cemig
O plano de desinvestimentos da Cemig deve contribuir para saldar dívidas e aproveitar novas oportunidades (Imagem: YouTube/Cemig)


A operação de R$ 3,2 bilhões…

As ofertas serão restritas a acionistas atuais da Light e investidores institucionais. Considerando a cotação do papel da empresa no fechamento de quarta-feira, de R$ 23,48, as emissões somariam R$ 3,2 bilhões, sendo R$ 1,6 bilhão relativos à oferta primária.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

… de uma empresa que acumula perdas

No balanço do 9M20, a Light apresentou ativo total de R$ 25,577 bilhões. Foi, então, 7,2% superior ao dos 9M19. O patrimônio líquido, de R$ 6,809 bilhões, fechou com alta de 9,2%.

A receita de vendas da companhia fluminense no período somou R$ 8,769 bilhões, portanto, 13,2% inferior. Mas, o lucro líquido, de R$ 257,9 milhões, acumulou tombo exponencial: 84,9%.

O mercado reage de forma positiva

O mercado reagiu de forma positiva, uma vez que a operação tem o objetivo de reduzir a alavancagem. A oferta secundária, em especial, marca a venda da participação da Cemig na companhia, completando a saída da estatal de Minas Gerais e eliminando qualquer possibilidade de interferência na administração da Light.

Além disso, o mercado acredita que o desinvestimento na Light pode ser o empurrão necessário para fazer a Cemig vender sua participação em outros ativos não essenciais, tais como: Belo Monte, Santo Antonio, Gasmig e Taesa.

E o Governo mineiro quer Cemig investindo em Minas Gerais

Saída do capital da Light atende uma orientação do governo de Minas Gerais para que a elétrica deixe de investir em ativos fora do Estado. Aumentar e melhorar a capacidade de distribuição de energia em Minas Gerais deve ser o foco de novos investimentos pela Cemig.

O estado de Minas Gerais é destaque no tema de geração solar distribuída com uma capacidade instalada de 829MW, beneficiando cerca de 100 mil consumidores em 837 municípios mineiros.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes