Energia solar distribuída cresce e ultrapassa marca de 5 GW

A energia solar distribuída não para de crescer. Mesmo com todas as adversidades geradas pela pandemia, milhares de consumidores de energia optaram por mudar e gerar sua própria energia. Dessa forma, eles economizam na sua conta de luz e contribuem com o meio ambiente.

Em suma, já são mais de 536 mil consumidores, espalhados em 5.260 municípios brasileiros, que  aproveitam de 5,1GW de capacidade de energia solar em todo o Brasil. Acima de tudo, trata-se de uma tendência global que também deve se tornar uma realidade no Brasil.

Vamos analisar onde se encontram toda essa capacidade de geração solar fotovoltaica no país.

Veja o ranking de energia solar distribuída por distribuidoras

Primeiramente, notamos a ampla liderança da distribuidora CEMIG que apresenta uma enorme área de concessão que abrange quase todo o estado de Minas Gerais e algumas vantagens e incentivos tributários.

  1. CEMIG lidera o ranking com 0,92 GW
  2. RGE Sul com 0,46GW
  3. EMT com 0,39 GW
  4. Copel com 0,29 GW
  5. CPFL Paulista com 0,28 GW

Veja o ranking de energia solar distribuída por estados

Assim como Minas Gerais já citado no ranking anterior, observamos a presença de São Paulo que concentra o maior mercado consumidor na segunda posição, mas possui diversas distribuidoras como CPFL, Enel, EDP e Elektro, dentre outras.

  1. Minas Gerais lidera o ranking com 0,93 GW
  2. São Paulo com 0,63 GW
  3. Rio Grande do Sul com 0,62 GW
  4. Mato Grosso com 0,37 GW
  5. Paraná com 0,29 GW

Veja o ranking de energia solar distribuída por municípios

Além disso, o ranking de geração solar fotovoltaica distribuída ainda mostra a pujança dessa tendência. Afinal, observamos sua presença em 5.260 municípios brasileiros.

  1. Brasília-DF lidera o ranking com 65,8 MW
  2. Cuiabá-MT com 64,2 MW
  3. Uberlândia-MG com 54,6 MW
  4. Rio de Janeiro-RJ com 51,5 MW
  5. Teresina-PI com 50,7 MW

Veja o ranking de energia solar distribuída por tipo de consumidor

Finalmente, o ranking por tipo de consumidor mostra que os consumidores residenciais e comerciais puxam essa tendência no país. Afinal tratam-se dos clientes que pagam as tarifas mais altas devido aos impostos e encargo que compõem a conta de luz.

  1. Residencial lidera o ranking com 2,0 GW
  2. Comercial com 1,9 GW
  3. Rural com 0,6 GW
  4. Industrial com 0,4 GW
  5. Setor Público com 0,06 GW

Veja se a energia solar distribuída é uma boa opção para você

Deseja saber mais sobre energia solar distribuída? A SUNWISE, empresa especializada em energia solar por assinatura, oferece uma nova opção que possibilita economias na conta de luz, sem investimentos e sem dor de cabeça.

Afinal, trata-se da possibilidade de compartilhar fazendas solares que já estão em operação no norte do estado de Minas Gerais e podem beneficiar famílias e empresas atendidas em baixa tensão pela distribuidora CEMIG.

Finalmente, veja como você também pode aproveitar essa grande tendência de crescimento da geração solar distribuída e economizar, mesmo sem ter dinheiro para investir em placas solares!

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes