Por que a princesa Isabel perdeu o trono?

Herdeira de Dom Pedro II não chegou ao trono.

A filha mais velha de Dom Pedro II chegou perto da coroa brasileira, mas nunca de fato se tornou imperatriz. As poucas vezes em que ela ficou no poder foram momentos em que o imperador estava fora do país e a deixou como regente da nação. Já que era a herdeira direta de Dom Pedro II, por que a princesa Isabel perdeu o trono?

Por que a princesa Isabel perdeu o trono?

Depois da renúncia de Leopoldina de Bragança ao título de princesa no Brasil e a morte de seus dois irmãos homens, Pedro Afonso de Bragança e Afonso Pedro de Bragança, Isabel era a única que poderia assumir a coroa, então por que a princesa Isabel perdeu o trono? A resposta é simples, o Brasil deixou a monarquia para trás e se tornou federalista.

No dia 15 de novembro de 1889 aconteceu a Proclamação da República, com o militar marechal Deodoro a frente do momento. Assim, a família de Dom Pedro II perdeu o poder do país e o Brasil passou a ter um presidente. Com isso, um novo modelo de governo foi instalado.

A família imperial chegou a ser expulsa do país depois da Proclamação da República, e os membros que moravam no Brasil passaram a viver exilados na Europa. A imperatriz Teresa Cristina morreu em Portugal em 1889, Dom Pedro II faleceu na França em 1891, assim como Isabel, que morreu em 1921 no Castelo d’Eu, localizado na região da Alta Normandia.

princesa
Princesa era a filha mais velha do imperador – Foto: Domínio Público/Reprodução

Isabel foi chefe de estado

Apesar de nunca ascender ao trono, a princesa Isabel ficou no poder três vezes ao longo do reinado de Dom Pedro II. Durante viagens do imperador ao exterior, a moça assumiu o cargo de chefe de estado e tomou decisões que entraram para os livros de história.

Em 1871 foi a primeira vez que ela esteve no cargo de regente da nação para substituir o pai, nesta ocasião ela sancionou a Lei do Ventre Livre, que definia que crianças nascidas de escravas eram pessoas livres.

Na segunda vez nada de muito memorável aconteceu, mas na terceira e última vez em que foi chefe de estado, de 1877 a 1888, ela assinou a Lei Aurea, que abolia a escravidão no Brasil. Este feito é o mais conhecido de sua história até hoje.

pintura
Isabel foi primeira regente mulher do Brasil e primeira senadora – Foto: Victor Meirelles/Wikipedia/Reprodução

 

Relacionado – Onde Dom Pedro II foi enterrado? Conheça a história e como visitar o túmulo

Você pode gostar também
buy cialis online