Slow Blogging: descubra como melhorar o conteúdo dos seus posts

Descubra tudo sobre o termo Slow blogging e conheça algumas dicas para desacelerar e produzir conteúdos com mais propósito.

Você sabe o que significa o slow blogging e como ele pode impactar sua vida? Se você produz conteúdo diário para a internet, o que falaremos aqui irá agregar muito na qualidade dos seus posts.

Será que é possível desacelerar e postar com propósito num mundo onde uma avalanche de informação é produzida por segundo? Entenda o que é slow blogging e reduzir a ansiedade causada pelo volume de posts nas redes sociais.

 

O que é o Slow Blogging?

Slow blogging: descubra como melhorar o conteúdo dos seus posts
Reprodução / Pexels

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O termo faz parte de um movimento frente à quantidade de conteúdos disponibilizados na internet. Ele é uma extensão do termo slow living, que se refere à vida mais desacelerada, com mais calma.

Ou seja, slow blogging nada mais é do que postar de forma lenta, consciente e com propósito. Essa é uma tendência que tem conquistado alguns influenciadores digitais. Sem dúvidas, eles são os mais afetados por essa produção em massa e focada em números. Mas como tudo isso começou?

Há alguns anos atrás, a internet era um espaço ainda pouco explorado. Não havia essa necessidade de produzir informação a todo momento. Além disso, as redes sociais não atuavam em conjunto com os algoritmos, que estão cada vez mais competitivos.

Com a entrada de mais usuários, sobretudo empresas, as mídias passaram a desenvolver ferramentas para aumentar a visibilidade. Daí surgiram os anúncios patrocinados, que permitem que determinada marca atinja seu cliente diretamente.

Certamente, isso afetou diretamente alguns usuários, que precisavam postar mais vezes ao dia. Mas os assuntos ficaram sem profundidade ou sem uma análise mais detalhada.

A todo momento é uma nova ideia sobre algo, uma opinião e tudo está associado ao produzir cada vez mais. Uma sensação de mal estar e insatisfação aparece, mas ninguém consegue descobrir de onde vieram esses sentimentos.

As pessoas pararam de viver suas vidas para viver em função das redes sociais. E o objetivo é sempre o mesmo: ganhar likes e visualizações.

Por isso, surgiu o movimento slow blogging. Ele nada mais é do que uma tentativa de postar no tempo da vida. Mas se os influenciadores dependem do engajamento das redes sociais, como funcionaria essa filosofia? Entenda no próximo tópico.

 

Qual a filosofia do Slow Blogging?

Slow blogging: descubra como melhorar o conteúdo dos seus posts
Reprodução / Pexels

Provavelmente você já se sentiu exausto depois de passar um tempo na internet. Além disso, já deve ter sentido também a sensação de que está perdendo algo.

Diante de tanta informação que é disponibilizada diariamente, fica difícil não se sentir improdutivo ou até mesmo desatualizado.

Isso acontece também com quem é blogueiro. Talvez postar menos ou com propósito possa ser difícil para quem produz conteúdo, mas é uma das melhores formas de conseguir organizar as ideias.

Além disso, o slow logging evita a postagem de conteúdos vazios e informações inúteis ao usuário. Isso tem sido feito com constância sobretudo pelos instagramers que querem manter o engajamento e contornar o algoritmo da plataforma.

Você pensa em ter uma atitude nova em relação ao que você posta e consome no Instagram? Então confira algumas dicas sobre a cultura do slow blogging.

  • Fazer posts com propósito

Tenha um propósito ao produzir aquele post. Tenha tempo para refletir, até porque você é um formador de opinião e pode influenciar outras pessoas.

  • Estudar mais

Ser adepto ao slow blogging também significa ser seletivo. Então, filtre as informações que deseja consumir diariamente.

  • Escrever no seu tempo

É muito importante repensar a qualidade dos conteúdos e não pensar apenas no algoritmo. Postar todos os dias pode manter o engajamento. Mas você não conseguirá aproveitar as experiências de forma completa.

  • Estar presente

Tudo o que for fazer, esteja presente. Faça as coisas com calma, sem a sensação de que precisa terminar logo para fazer algo em seguida.

 

Adeptos do Slow Blogging: conheça alguns blogueiros que se renderam a tendência

  • Nataly Nery, do canal Afros e Afins

Se você quer saber mais sobre a filosofia do slow blogging, precisa seguir a Nátaly Neri.

Além do slow blogging, a blogueira foi uma das primeiras a compartilhar sobre os conceitos de slow fashion e slow living.

O primeiro termo refere-se a uma tendência que valoriza mais a história, identidade e conexão das roupas, acima de todos os ditames da moda. Enquanto o segundo refere-se a fazer as coisas no seu tempo, de forma mais leve. Eles servem de base para o surgimento do slow blogging.

  • Larissa Vaiano

Além de dicas sobre situações diárias e aleatórias, a blogueira fala sobre a importância de desacelerar. Para ela, é fundamental repensar o conteúdo postado, pois ele deve ter relação com o que se acredita.

  • JoutJout, do canal JoutJout Prazer

A influencer Jout Jout é também uma das adeptas do slow blogging como forma de manter a saúde mental. Nesse vídeo, ela fala sobre o que acontece na mente das pessoas que querem se tornar youtubers.

Segundo a youtuber, é muito importante ter um acompanhamento com psicólogo para conseguir lidar com os problemas que possam surgir a partir dessa profissão.

Você seria adepto ao slow blogging? Quem sabe esse não seja o momento de você rever suas escolhas e ter uma nova postura na internet.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes