O 2020 de Neymar: final da Champions, lesões e polêmicas

O brasileiro chegou até a final da competição europeia com o PSG, mas perdeu para o Bayern; confira como foi o ano de Neymar

Neymar, sem dúvidas, é o jogado brasileiro mais seguido no mundo. Seus passos são contados e julgados a cada momento. No ano de 2020, não foi diferente. O atacante conseguiu chegar em uma final da Champions League com o PSG, a primeira da história do clube, se lesionou e também viu polêmicas envolver o seu nome. Então, confira a seguir como foi  2020 para Neymar.

Final da Champions League 2019/20

Sem dúvidas, o ápice do ano para o jogador foi ter alcançado a primeira final para o PSG na Champions League. Este sempre foi o objetivo da equipe francesa, principalmente depois de trazer o astro brasileiro para o elenco.

Em uma temporada excepcional em campo, Neymar foi muito elogiado por seu desempenho durante a fase de grupos. O time terminou em primeiro lugar no grupo A, com dezesseis pontos. Nas oitavas de final, superou o Borussia Dortmund por 3 a 2 no agregado. Nas quartas, o novo modelo adotado pela UEFA devido a pandemia do coronavírus tornava em uma partida única. Venceu a Atalanta e nas semis o RB Leipzig, conquistando a vaga na final contra o Bayern de Munique.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

No dia 23 de agosto, em Lisboa, no Estádio da Luz, foi derrotado por 1 a 0, com gol de Coman. Ainda assim, o legado do Paris ficou para história.

Lesões no ano

Ainda assim, as lesões também aconteceram este ano. Em outubro, o brasileiro teve problemas na coxa, segundo o treinador Thomas Tuchel, desfalcando o Paris e a Seleção Brasileira nos jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

Em 19 de dezembro, sofreu lesão no tornozelo após dura entrada de Thiago Mendes em partida válida pelo Campeonato Francês contra o Lyon. Dessa maneira, Neymar retorna aos gramados apenas no ano que vem, desfalcando a equipe em momentos decisivos, já que nesta temporada luta para recuperar a liderança no torneio nacional.

Posicionamento em caso de racismo

Em setembro deste ano, Neymar sofreu ofensas racistas durante partida contra o Olympique de Marselha no Campeonato Francês. O atacante acusou Álvaro González de tê-lo chamado de “macaco”.  Em seguida, Neymar agrediu o zagueiro e foi expulso, revoltando-se mais ainda.  Em postagem no Instagram, o brasileiro explicou porque deu o tapa no adversário.

“Ontem me revoltei, fui punido com vermelho porque quis dar um cascudo em quem me ofendeu. Achei que não poderia sair sem fazer nada porque percebi que os responsáveis não fariam nada. Não percebiam ou ignoravam. Durante o jogo queria dar a resposta como sempre, jogando futebol. Os fatos mostram que não consegui. Me revoltei”.

Neymar 2020
Reprodução Instagram Neymar Oficial

Ademais, em partida pela última rodada da fase de grupos da Champions League 2020/21, contra o Istanbul Basaksehir, o quarto árbitro romeno, Sebastian Coltescu, proferiu ofensas racistas ao integrante da comissão técnica do time turco, Pierre Webó, ainda no primeiro tempo.

No mesmo instante, jogadores do PSG e Istanbul cobraram explicações do árbitro e integrantes da UEFA, que estavam em campo. Minutos depois, todos decidiram deixar o campo em forma de protesto e, assim, o jogo foi adiado para o dia seguinte.

Nas redes sociais, Neymar também se pronunciou com uma imagem e a legenda “Black Lives Matter” (foto ao lado), com emojis.

 

 

Polêmicas na vida pessoal de Neymar

É de praxe encontrarmos o nome do atleta em diversas polêmicas, seja dentro ou fora de campo. Então, este também foi um ano de polêmicas em sua vida pessoal.

A mãe de Neymar, Nadine Gonçalves, 52, assumiu namoro com Tiago Ramos, modelo e jogador de 22 anos. Desde então, muita confusão aconteceu na família. Em junho, uma suposta briga entre os dois na casa de Nadine em Santos chamou a atenção da mídia. O modelo, então, foi para o hospital de ambulância, segundo o jornal Extra.

Dias depois, em áudios vazados pelo colunista Leo Dias, do site Metrópoles, Neymar aparece com os amigos xingando e ameaçando o namorado da mãe. O caso chegou a ganhar até mesmo repercussão internacional, causando complicações ao jogador.

Neymar fora do time do ano da FIFA

Todo ano, a FIFA realiza a premiação do THE BEST, prêmio dos melhores do ano no futebol. Ademais, o nome de Neymar apareceu na lista dos onze indicados, juntamente com Lionel Messi, Lewandowski, Cristiano Ronaldo e Kylian Mbappé. Entretanto, na escolha dos três finalistas, ficou de fora.

Além disso, na escolha do time do ano da FIFA, também não participou, sendo Allison o único brasileiro presente. O jogador chegou a postar ironias em seu Twitter depois do resultado.

Festa de ano novo em plena pandemia

Próximo do ano terminar, Neymar viu seu nome metido em mais uma confusão. Recentemente, a notícia de que o jogador faria uma festa em comemoração ao ano novo em Mangaratiba, Rio de Janeiro, se espalhou por toda a internet. E o pior: em plena pandemia. Segundo o colunista do jornal O Globo, Ancelmo Gois, a festa terá 500 convidados e apresentações de cantores.

Primeiramente, a assessoria do jogador negou a realização da festividade. Depois, em comunicado publicado na rede social, a Agência Fábrica, promotora de eventos, confirmou que faria uma festa para apenas 150 pessoas no Rio, mas sem citar o nome do atleta.

No mesmo instante, Neymar recebeu uma chuva de negatividade nas redes sociais, além de duras críticas de jornalistas e apresentadores esportivos como Galvão Bueno, Casagrande e Neto. Jornais internacionais também repercutiram o possível Reveillon, definido pelo The Guardian, da Inglaterra, como “macabro”.


The Guardian Site Oficial Reprodução

Então, o que esperar de Neymar em 2021?

Em torno de Neymar sempre existe muita expectativa, principalmente dentro de campo. Uma postura séria, exemplar e dedicada é o que pede todo bom apreciador de futebol. Espera-se que, neste novo ano que se aproxima, Neymar foque mais em seu exemplar futebol, vide os tempos de Santos, do que no extra-campo para que, assim, possa realmente dar triunfo aos torcedores franceses e orgulho aos brasileiros.

 

+ 2020: o ano do Bayern de Munique; relembre os melhores momentos

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes