Rússia fora da Copa do Mundo 2022: entenda a expulsão da seleção

Seleção está fora da disputa em 2022 após a invasão de tropas russas na Ucrânia no último dia 24 de fevereiro

A Rússia está oficialmente fora da Copa do Mundo de 2022. A decisão foi comunicada pela FIFA na segunda-feira, 28 de fevereiro, por decisão unanime entre o Conselho da FIFA e o Comitê Executivo da UEFA após a invasão de tropas russas na Ucrânia. A competição vai acontecer em novembro deste ano. Entenda porque a Rússia está fora da Copa e o que acontece com a equipe agora.

Rússia está fora da Copa 2022

Depois de garantir vaga na semifinal da repescagem das Eliminatórias, a Seleção da Rússia foi suspensa da Copa do Mundo do Catar, marcada para novembro de 2022. A decisão foi tomada após a reunião entre o Conselho da FIFA e o Comitê Executivo da UEFA pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia, formalizada logo após a invasão das tropas militares russas em todo o país.

A resolução também se aplica para todas as equipes russas que disputam as competições da UEFA, como Champions League, Liga Europa e a Conference League. A suspensão é válida até novo aviso da FIFA. Dessa maneira, a seleção nacional e as equipes só poderão disputar quando a entidade decidir.

Assim como no masculino, a Seleção da Rússia Feminina também está impedida de jogar. Em julho, está fora da Eurocopa que será disputada na Inglaterra. Portugal é quem deve entrar na vaga do time.

Confira a seguir a nota oficial da FIFA em respeito a suspensão da Rússia.

 

“Na sequência das decisões iniciais adoptadas pelo Conselho da FIFA e pelo Comité Executivo da UEFA, que previa a adopção de medidas adicionais, a FIFA e a UEFA decidiram hoje em conjunto que todas as equipas russas, quer sejam equipas representativas nacionais ou equipas de clubes, serão suspensas da participação em ambos competições da FIFA e da UEFA até novo aviso.

Estas decisões foram adoptadas hoje pelo Bureau do Conselho da FIFA e pelo Comité Executivo da UEFA, respectivamente os mais altos órgãos de decisão de ambas as instituições sobre assuntos tão urgentes.

O futebol está totalmente unido aqui e em total solidariedade com todas as pessoas afetadas na Ucrânia. Ambos os presidentes esperam que a situação na Ucrânia melhore significativa e rapidamente para que o futebol possa voltar a ser um vetor de unidade e paz entre os povos”.

Rússia nas Eliminatórias da Copa do Mundo

Após disputar dez rodadas nas Eliminatórias da Copa do Catar pela Europa, a Rússia terminou em segundo lugar no grupo H com 22 pontos, ou seja, venceu sete partidas, empatou uma e perdeu duas, ficando atrás somente da Croácia, que se garantiu de maneira direta até a competição da FIFA.

Após o sorteio realizado pela UEFA, a entidade responsável por organizar as Eliminatórias para a Copa no continente, ficou definido que a Rússia enfrentaria a Polônia na semifinal do torneio, onde o vencedor segue até a final para jogar contra Suécia ou República Tcheca.

Entretanto, com a guerra dos russos com a Ucrânia, jogadores da Polônia se mostraram contrárias à ideia de entrar em campo contra o adversário. A Federação da Polônia de Futebol se pronunciou em 27 de fevereiro e mostrou não querer jogar. Jogadores do time nacional, como Robert Lewandowski, também se mostraram contrários a opção de jogar.

Com a decisão da FIFA e UEFA, a Polônia ganhou por 3 a 0, com o WO, e avança para a final da repescagem eliminatória da temporada. Agora, vai enfrentar a Suécia ou República Tcheca.

O que acontece com as equipes russas?

Se a Seleção da Rússia está fora das Eliminatórias e da Copa do Mundo, as equipes russas também foram excluídas de disputar torneios da UEFA como a Champions, Liga Europa e a Conference League.

A equipe de Spartak Moscow, da capital do país, foi oficialmente eliminada da Liga Europa. O elenco se classificou após terminar em primeiro lugar no grupo C com 10 pontos, e enfrentaria o RB Leipzig nas oitavas após o sorteio da UEFA na última semana.

Agora, o time alemão avança de maneira direta para as quartas de final.

O que diz a Rússia sobre a suspensão?

Horas depois da decisão da FIFA e da UEFA sobre a suspensão da Rússia na Copa do Mundo e também das equipes do país, a Federação de Futebol da Rússia se pronunciou de maneira contrária as decisões das entidades.

A FUR ainda pode recorrer no TAS, o Tribunal Arbitral do Esporte, onde se a guerra entre os dois países cessar, as suspensões podem cair e, então, os elencos recuperarem os direitos de jogarem.

Confira a seguir o pronunciamento da Federação da Rússia.

 

“A União de Futebol da Rússia (FUR) se opõe categoricamente à decisão da FIFA e da UEFA de suspender todas as equipes russas das competições internacionais até novo aviso.

Acreditamos que essa decisão é tanto uma violação de todos os padrões e princípios que regem a competição internacional quanto contra o espírito esportivo e o jogo limpo.

É explicitamente discriminatório e afeta um enorme número de atletas, treinadores e treinadores, dirigentes de clubes e seleções e, mais importante, milhões de torcedores russos e internacionais, cujos interesses, certamente, devem ser a prioridade de todas as organizações esportivas internacionais.
Ações desse tipo são extremamente divisivas para a comunidade esportiva internacional, que até agora sempre aderiu aos princípios de igualdade, respeito mútuo e independência da política.

A FUR reserva-se o direito de contestar esta decisão da FIFA e da UEFA, de acordo com a lei desportiva internacional”.

 

Leia também:

Grenal é adiado após confusão em ataque ao ônibus do Grêmio

Você pode gostar também