Exoplastia capilar é ideal para alisar o cabelo sem danificar

Essa técnica de alisamento vem fazendo a cabeça de muitas mulheres ao deixar os fios mais macios e alinhados sem produtos nocivos à saúde.

A exoplastia capilar pode até ter um nome estranho, mas seu objetivo é simples: deixar o cabelo bem lisinho sem danificar os fios. Ficou interessada? Então acompanhe este artigo para descobrir mais sobre a técnica.

 

O que é e para que serve a exoplastia capilar?

exoplastia capilar
Imagem: reprodução / instagram

 

Se você ainda não conhece o procedimento, pode achar que a promessa de alisar sem prejudicar o cabelo é difícil de cumprir. No entanto, isso é possível graças à sua fórmula especial.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ao contrário da escova progressiva, a exoplastia capilar não contém formol. De fato, o produto é o grande responsável pelo efeito poderoso da progressiva. Por outro lado, é tão nocivo ao corpo todo que seu uso já foi proibido. Além disso, a exoplastia é livre de amônia (presente no relaxamento químico), outro vilão da saúde dos cabelos.

Ainda assim, o procedimento cumpre a função de alisar ao mesmo tempo em que deixa os fios cheios de brilho, pois ajuda a reconstruir a fibra capilar. Isso acontece porque seus princípios ativos penetram profundamente na estrutura do cabelo e reorganizam as células que formam sua textura.

Dessa forma, a exoplastia capilar entrega resultados parecidos com o da progressiva, sem, no entanto, impermeabilizar os fios. Ou seja, o cabelo segue absorvendo água e os nutrientes de que precisa, mantendo a oleosidade natural do couro cabeludo. Aliás, é justamente por isso que o procedimento não deixa a raiz oleosa, muito menos resseca as pontas – o que costuma ocorrer na progressiva.

Outro ponto positivo é que a técnica ajuda a recuperar a massa dos fios perdida tanto por processos químicos quanto pelo envelhecimento. O mais legal é que o efeito é acumulativo. Ou seja, a cada vez que faz a exoplastia, você deixa o cabelo mais forte, liso, hidratado e saudável.

Contudo, vale lembrar que, se você espera por um liso total, isso pode não acontecer. O resultado final vai depender muito da curvatura dos fios.

 

Como fazer a exoplastia?

cabelos lisos
Imagem: reprodução / instagram

 

O processo da exoplastia capilar é muito similar ao da escova progressiva. Ademais, o poduto usado na técnica tem grau 2 na tabela da ANVISA, assim, recomenda-se que a aplicação seja feita por um profissional treinado. Em todo caso, é importante conhecer o passo a passo.

 

Lave bem o cabelo

Em primeiro lugar, é preciso lavar os fios. Para tanto, é usado um shampoo potente, como o antirresíduo. O cabelo precisa estar limpo e preparado para receber o tratamento. Além disso, antes de aplicar o produto específico para a exoplastia, o cabelo deve estar seco.

 

Aplicando o produto

Cabelo limpo e seco, é hora de aplicar o produto. Isso é feito de maneira uniforme, mecha por mecha, e com a ajuda de um pente fino que leva o produto ao longo de todo o comprimento. É preciso cuidado com o couro cabeludo, por isso, a aplicação começa a uma distância de meio centímetro da cabeça.

Em seguida, o tratamento deve agir por aproximadamente 30 minutos. É durante esse período que os ativos chegam à estrutura interna dos fios. Logo após, ocorre o enxague com água para retirar completamente o produto.

 

Secando os fios

O próximo passo é secar novamente os fios. Para quem tem fios cacheados ou crespos, o ideal é escovar deixando o cabelo disciplinado. Para completar a exoplastia capilar faz-se uma ativação térmica com a prancha. Isso ajuda na durabilidade do tratamento.

Evite lavar o cabelo pelas próximas 24 a 48 horas. Se possível, para essa lavagem, use um kit de manutenção da exoplastia ou shampoo regular. Evite apenas a versão antirresíduos.

O efeito dura de três a quatro meses, mas, para isso, você deve seguir uma rotina de cuidados básicos com os cabelos.

 

Indicações do procedimento

técnica para alisar os fios
Imagem: reprodução / instagram

 

Não há, em princípio, contraindicação para realizar a exoplastia capilar. Entretanto, mulheres grávidas ou amamentando devem procurar um médico antes de realizar qualquer técnica.

Todo procedimento químico exige ainda cuidado e atenção. Para ter certeza de que a técnica será positiva para o seu cabelo, vale uma consulta com o cabeleireiro. Além disso, a exoplastia é compatível com diferentes tipos de processos, como relaxamento e coloração.

Por fim, o procedimento não é liberado nos planejamentos low e no poo por conta de alguns ingredientes.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes