Cemig pede suspensão do aumento da tarifa

Aumento da tarifa durante a pandemia deve ser suspenso na área de concessão da CEMIG, em função da decisão da empresa de compartilhar com seus consumidores uma parcela do crédito bilionário gerado por pagamentos a mais em ICMS

A CEMIG, distribuidora de energia elétrica no estado de Minas Gerais, solicitou a suspensão do reajuste tarifário. Esse movimento inusitado acontece depois que a estatal mineira decidiu devolver R$ 714 milhões pagos a mais pelos consumidores entre 2008 e 2011. Dessa forma, esse montante anula o aumento da tarifa de energia elétrica da CEMIG.

 

Aumento da tarifa de 4,27% na CEMIG deve ser suspenso

Primeiramente, os residentes de Minas Gerais, provavelmente, não terão o aumento de tarifa pública, conforme anunciado no final do mês de maio. Esse aumento médio seria de 4,27% na conta dos mineiros, sendo que para os clientes residenciais, a nova alíquota seria de 2,57%. A justificativa para o aumento anunciado contemplava a compensação da queda de consumo, do aumento da inadimplência, e da desvalorização cambial que impactava os valores em dólares da energia adquirida da usina de Itaipu.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Crédito bilionário compartilhado com consumidores anulará reajuste

O crédito da CEMIG junto ao Governo Federal foi gerado devido ao pagamento superior do ICMS, feito pelos consumidores mineiros durante quatro anos. Dos R$ 6 bilhões de crédito extraordinário, R$ 1,2 bilhões já foram repassados à CEMIG, via depósito judicial e uma parte desse recurso será usado para não reajustar a tarifa de energia elétrica nesse ano. Esse benefício teve início com o recurso impetrado pelo senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), sendo seguido pelos deputados Welinton Prado (Pros-MG) e Elismar Prado (Pros) que apontaram o fato e sugeriram a alocação do recurso favorecendo os consumidores mineiros.

 

Governador Romeu Zema comemora o aumento de tarifa suspenso

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, comemora a notícia e afirma o momento propício para a boa notícia. Nesse exato momento, inúmeras famílias tiveram seus empregos e renda comprometidos pela pandemia. Trata-se de um ganho que a empresa está repassando para os consumidores. Em suma, a revogação do aumento de tarifa da CEMIG beneficia cerca de 8,6 milhões de unidades consumidoras no estado de Minas Gerais.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes