Represa Billings terá energia solar flutuante

Governo de São Paulo abre concorrência para usina fotovoltaica flutuante na represa Billings

0 201

O governo de São Paulo, por meio da Empresa Metropolitana de Águas e Energia – Emae, abriu no dia 6 de outubro, a chamada pública para instalar uma usina solar fotovoltaica flutuante no reservatório da represa Billings, na capital paulista. Em suma, trata-se do maior reservatório de água do estado. A represa já abriga uma hidrelétrica de 880 MW que fornece eletricidade para cerca de 1,8 milhão de pessoas. E além disso, a represa também permite atividades de pesca e natação para a população paulista.

 

Usina solar flutuante na Represa Billings em São Paulo

O projeto da usina solar flutuante na Represa Billings

O projeto prevê a instalação de painéis com potência total entre 1 MW e 30 MW em quatro locais pré-estabelecidos na represa.  A comercialização da energia gerada acontecerá nos mercados livre e cativo por uma nova sociedade de propósito específico, SPE. Essa nova SPE terá 49% de participação da Emae.

A participação da EMAE na parceria será por meio de capital ou bens, incluindo disponibilização de sítios para a implantação dos empreendimentos. Assim como, através da experiência e da capacitação na geração de energia elétrica, devendo ter participação também no resultado da venda da energia gerada.

A exploração das usinas estenderão até o término da concessão do complexo Henry Borden, em 31/11/2042, ou em outro prazo definido pela Aneel, no caso de prorrogação da outorga.

Os desenvolvedores interessados têm até 9 de dezembro para enviar suas propostas.

Projeto piloto mostrou a viabilidade do empreendimento

A planta piloto instalada no lago da represa mostrou a viabilidade do projeto. A BYD desenvolveu o projeto piloto de usina fotovoltaica flutuante da EMAE em parceria com a Sunlution. Nesse sentido, a BYD doou 300 módulos fotovoltaicos modelo P6K Policristalino. Destaca-se que esses módulos foram produzidos na fábrica de Campinas (SP).

Enfim, com esse chamamento público, o governo paulista dá mais um importante exemplo na utilização das energias renováveis, inovação tecnológica, além de gerar emprego e renda para a população.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Vantagens da usina solar flutuante

O Brasil hospeda outra usina solar flutuante de 1 MW na Barragem de Sobradinho, no estado da Bahia. O projeto prevê expansão até 5 MW. Além disso, a Chesf também instalou um painel fotovoltaico flutuante piloto na Barragem de Balbina, na floresta amazônica.

O PV flutuante oferece vantagens particulares no Brasil, pois os módulos PV e as estruturas de montagem flutuantes podem ajudar a reduzir a evaporação de reservatórios de água já desafiadores. Além disso, eles também podem aumentar o fornecimento de eletricidade durante as secas.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes