Veículos elétricos ameaçam monopólios de usinas elétricas nos EUA

Nova regulação permite que instalações solares residenciais e baterias de veículos elétricos vendam energia elétrica no mercado de atacado de energia norte-americano.

Uma nova ameaça para as tradicionais usinas de energia elétrica ganham espaço no mercado norte-americano. Nessa semana o Senado aprovou uma nova regulação que permite que a energia elétrica gerada pelos painéis solares dos telhados das residências ou armazenada na baterias dos veículos elétricos possa ser comercializada no mercado de energia dos EUA.

Instalações solares residenciais e veículos elétricos vão transformar o setor elétrico dos EUA; fonte: Financial Times

Energia solar residencial e veículos elétricos entram no jogo

Primeiramente, a mudança deve acelerar os investimentos em novos projetos de energia solar e armazenamento nas casas e empresas de todo o país. Em seguida, o novo desafio ao modelo tradicional de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica deve trazer inúmeras inovações aos consumidores. “Recursos de energia distribuídos nas casas, empresas e comunidades em todo o país passam desapercebidos. Mas possuem grande poder de transformação”, comenta Mr Chatterjee, chairman do FERC, Federal Energy Regulatory Commission.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A transformação para uma matriz mais limpa, com energia renovável, passará pelos painéis solares, baterias e gestão de demanda. A propósito, a gestão de demanda permite que os consumidores recebam para reduzir seu consumo, reduzindo a pressão de demanda da rede elétrica. Além disso, os veículos elétricos funcionam como baterias, que quando estacionados e plugados a rede podem alimentar o sistema quando necessário.

A maior competição no mercado de eletricidade deve contribuir para reduzir custos e aumentar a confiabilidade do sistema. Além, é claro, do enorme benefício com a redução das emissões de gases de efeito estufa.

Nova regulação aumenta o valor da energia solar distribuída

Em suma, a nova regulação permitirá que empresas unam eletricidade e outros serviços de energia elétrica de milhares de indivíduos. E vendam nos mercados atacadista regulado, que se extende de Chicago à California. Estima-se que os recursos de energia distribuídos – pequenas instalações de 1kW até 10MW – atinjam 380 GW em 2025. Enfim, trata-se de uma escala significativa quando comparada à capacidade atual de 1.100 GW das usinas de energia elétrica.

Finalmente, a regulação deve ainda criar novos empregos e aprimorar economias locais. Além disso, deve permitir que a energia solar atenda cerca de 20% da geração elétrica dos EUA até 2030.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes