4 vezes que William Bonner quebrou o protocolo no Jornal Nacional

O jornalista já desabafou, deu bronca e alertou durante o telejornal.

William Bonner, um dos nomes mais relevantes do jornalismo brasileiro, está há mais de 20 anos sendo a cara do Jornal Nacional. Âncora do telejornal, o jornalista de 57 anos hoje também tem a cadeira de editor-chefe do programa da TV Globo. Sem medo de dizer o que pensa, o apresentador quebra o protocolo quando vê necessidade de falar algo com caráter de urgência aos telespectadores.

Na noite desta quinta-feira (14), durante o Jornal Nacional, William Bonner fez um desabafo sobre fake news. Confira quatro vezes que o jornalista quebrou o protocolo no programa para dar uma bronca ou alerta.

Âncoras do telejornal
Bonner e Renata (Foto: Reprodução/TVGlobo)

William Bonner pediu calma

Em março de 2020, ainda no começo da pandemia do covid-19, o apresentador iniciou o telejornal conversando com quem assistia o programa: “hoje a gente vai fazer uma pausa, porque é muita informação, todo dia, o tempo todo, sobre o coronavírus. O desafio que o vírus impõe ao mundo todo. A gente vai fazer essa pausa primeiro para dizer simplesmente: calma. Não dá para começar o JN de hoje sem pedir calma”.

Renata Vasconcellos, também âncora do jornal, falou sobre a pandemia e pediu cuidado por parte da população. “A gente precisa respirar, entender que essa crise vai ter altos e baixos, vai exigir sacrifícios”, completou William Bonner.

- PUBLICIDADE -

Apresentador desabafou sobre fake news

Na quebra de protocolo mais recente no programa, William Bonner fez um desabafo sobre fake news e a forma que notícias falsas atrapalham o trabalho dos jornalistas. “Eu queria só lembrar que se nós fazemos isso todo dia é porque nós estamos cumprindo um dever profissional. Nós aqui e todos os jornalistas do planeta Terra. Nesse momento, infelizmente, além de dar as notícias, de trazer as informações corretas, nós estamos esgrimando com loucos, com irresponsáveis, com gente que é capaz de entrar em um WhatsApp da vida e sair espalhando mentira a bel-prazer, mas as mentiras mais absurdas, crendices. Tem gente que faz isso investido de cargo público. Tem gente que faz isso sistematicamente”, disse o jornalista.

“Mas a gente aqui, nós jornalistas profissionais, nós não vamos desistir, porque esse é o nosso dever profissional. A gente está defendendo aqui a nossa profissão, mas a gente tá defendendo aqui, a sociedade. A nossa, aqui no Brasil, e cada colega nosso jornalista em cada país desse planeta”, completou William Bonner.

Leia também

No Limite: Globo anuncia edição ex-participantes do BBB

Filmes religiosos: dicas para assistir e reforçar a sua fé

Leia também: Além de Whindersson, veja quais famosos vão comprar oxigênio para Manaus

William Bonner rebateu Bolsonaro

No começo de 2021, após declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a pandemia do covid-19, o apresentador rebateu o comentário do presidente e alfinetou o político: “os números oficiais das secretarias estaduais de saúde mostram que o vírus a que se refere o presidente Jair Bolsonaro está se espalhando pelo Brasil, há a taxas maiores desde dezembro. Esse vírus contaminou quase 8 milhões de pessoas no país todo e levou luto às famílias e aos amigos de mais de 197 mil brasileiros”.

- PUBLICIDADE -

Jornalista fala sobre perdas da pandemia

Em maio de 2020, William Bonner alertou sobre a forma de algumas pessoas de lidar com o número de mortos da pandemia, que não para de crescer, mas que alguns tendem a ignorar: “as pessoas vão perdendo a noção, 8 mil vidas acabaram, eram vidas de pessoas, amadas por outros pessoas, pais, filhos, irmãos, amigos, conhecidos”.

Veja também:

Hospitais de Manaus estão sem oxigênio para pacientes com Covid-19

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes