Everton Ribeiro estreia como titular da seleção e quebra tabu de uma década

Confirmado contra a Venezuela, Everton Ribeiro será o primeiro jogador do Flamengo a ser titular da seleção em um jogo oficial desde 2009

Escalado por Tite no lugar do lesionado Philippe Coutinho, Everton Ribeiro terá a sua primeira chance como titular da seleção brasileira. Além disso, quando a bola rolar no jogo contra a Venezuela nesta sexta-feira (13), o meia do Flamengo terá quebrado um tabu de uma década.

Apesar da tradição de ceder atletas importantes para defender o país, o Flamengo não tinha um jogador titular da seleção em jogos oficiais há 11 anos. Segundo levantamento do Lance!, o último rubro-negro a iniciar uma partida de Eliminatórias foi Adriano Imperador, em 2009.

Depois disso, o Flamengo ainda teve Ronaldinho Gaúcho, Renato Abreu e Willian Arão como titulares do Brasil. Mas somente em amistosos ou no Superclássico das Américas. Assim, a escalação de Everton Ribeiro resgata a importância do time rubro-negro para a seleção brasileira em competições oficiais da Fifa.

Afinal, o clube da Gávea já cedeu craques como Zico, Sócrates, Júnior e Leônidas da Silva para defender o país em Copas do Mundo. Aliás, em quatro dos cinco títulos mundiais do Brasil, havia pelo menos um rubro-negro no plantel. Apenas em 1962 o Flamengo não teve nenhum atleta convocado.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Everton Ribeiro na seleção

Embora tenha quebrado um jejum do Flamengo na seleção, a convocação de Everton Ribeiro gerou protestos entre os rubro-negros. Afinal, o meia foi desfalque na derrota para o São Paulo no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Mas, com a lesão de Coutinho, Everton Ribeiro foi alçado à condição de titular em um jogo importante. Assim, cai o argumento de que ele desfalcou o Flamengo apenas “esquentar o banco” ou disputar amistosos sem relevância.

Everton Ribeiro no Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

Sem Coutinho nem Neymar, Tite escalou Everton Ribeiro como a principal peça criativa no meio-campo. Jogando à frente dos volantes, ele terá liberdade para se movimentar e criar jogadas. Seja com os homens de frente ou na subida dos laterais.

Convocado pela primeira vez em 2014, Everton Ribeiro já atuou em oito partidas pela seleção, mas nunca como titular. Nos últimos dois jogos, contra Bolívia e Peru, ele entrou no segundo tempo e teve atuações promissoras. Diante da Venezuela, que vem de duas derrotas e só venceu o Brasil uma vez na história, Everton terá a chance de ganhar moral com Tite.

Trajetória de Everton Ribeiro

Com a camisa da seleção brasileira, Everton Ribeiro foi campeão sul-americano sub-20 em 2009. Na época, ele jogava no São Caetano, emprestado pelo Corinthians. Sua primeira convocação para a equipe principal aconteceu em 2014, quando já defendia o Cruzeiro. Afinal, ele era o principal jogador do time mineiro no bicampeonato brasileiro de 2013 e 2014.

Assim, o técnico Dunga chamou Everton Ribeiro para participar de alguns amistosos. No ano seguinte, voltou a convocá-lo para disputar a Copa América. Desde então, o meia ficou cinco anos sem vestir a camisa amarelinha. Até que Tite se lembrou dele para a estreia nas Eliminatórias para a Copa de 2022.

Brasil x Venezuela

Everton Ribeiro estará alinhado para a execução do hino nacional no Morumbi a partir das 21h30 (de Brasília) desta sexta-feira (3). O adversário será a Venezuela, pela terceira rodada das eliminatórias. O Brasil lidera a competição, com duas vitórias e nove gols marcados nas duas primeiras partidas. Assim, leva vantagem sobre a Argentina no saldo de gols.

Nos 25 confrontos anteriores entre Brasil e Venezuela, a seleção brasileira tem ampla vantagem. Afinal, são 21 vitórias brasileiras, três empates e apenas uma derrota. A única vitória venezuelana aconteceu em um amistoso realizado em 2008.

O Brasil deve entrar em campo com a seguinte escalação. Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva, Lodi; Allan, Douglas Luiz, Everton Ribeiro; Gabriel Jesus, Firmino e Richarlison. A partida terá transmissão ao vivo pela Globo e SporTV. Depois, o time de Tite parte para o Uruguai, onde enfrenta a seleção local na próxima terça-feira (17).

Informar Erro
Através da Lance!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes