Eleições 2020: Datafolha aponta Covas com 28%; Russomanno, 16%; e Boulos, 14%

Celso Russomanno lidera nos percentuais da taxa de rejeição, com 47%, nove pontos a mais que a última pesquisa.

Nesta quinta-feira (5), o Datafolha divulgou a pesquisa com os percentuais de intenção de voto para os candidatos à Prefeitura de São Paulo nas eleições 2020. O candidato do PSDB, Bruno Covas, cresceu cinco pontos na preferência do eleitorado, enquanto o republicano, Celso Russomanno, continua oscilando nas pesquisas, desta vez com uma queda de quatro percentuais.

Márcio França, com 13% das intenções de voto, teve um crescimento de três pontos, em relação a última pesquisa. O candidato do PSB está tecnicamente empatado com Boulos (PSOL), 14%, e Russomanno, 16%, se considerada a margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou menos.

Intenção de voto para a Prefeitura de SP nas Eleições 2020

A pesquisa foi divulgada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de São Paulo”, foram ouvidos 1.260 eleitores da capital paulista, durante os dias 3 e 4 de novembro de 2020. Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como SP-06709/2020, a amostra tem grau de confiança de 95%, com margem de erro máxima de 3% para mais ou menos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja os resultados da pesquisa:

  • Bruno Covas (PSDB) – 28%
  • Celso Russomanno (Republicanos) – 16%
  • Guilherme Boulos (PSOL) – 14%
  • Márcio França (PSB) – 13%
  • Jilmar Tatto (PT) – 6%
  • Arthur do Val (Patriota) – 4%
  • Joice Hasselmann (PSL) – 3%
  • Andrea Matarazzo (PSD) – 3%
  • Levy Fidelix (PRTB) – 1%
  • Marina Helou (Rede) – 1%
  • Orlando Silva (PCdoB) – 1%
  • Antônio Carlos Silva (PCO) e Vera Lúcia (PSTU) tiveram menos de 1%
  • Branco/nulo/nenhum – 9%
  • Não sabe/não respondeu – 3%

Veja a pesquisa anterior (22 de outubro) do Datafolha.

Taxa de rejeição dos candidatos a prefeito

Os eleitores foram questionados sobre quais dos candidatos não votariam de jeito nenhum, podendo votar em mais de um. Na liderança da pesquisa está Russomanno, com 47%, nove pontos a mais que a última taxa de rejeição.

Confira os percentuais dos demais candidatos:

  • Celso Russomanno (Republicanos) – 47%
  • Joice Hasselmann (PSL) – 30%
  • Bruno Covas (PSDB) – 25%
  • Jilmar Tatto (PT) – 23%
  • Guilherme Boulos (PSOL) – 22%
  • Levy Fidelix (PRTB) – 22%
  • Orlando Silva (PCdoB) – 17%
  • Arthur do Val (Patriota) – 16%
  • Márcio França (PSB) – 14%
  • Andrea Matarazzo (PSD) – 13%
  • Vera Lúcia (PSTU) – 12%
  • Antônio Carlos (PCO) – 10%
  • Marina Helou (Rede) – 10%
  • Rejeita todos/não votaria em nenhum – 3%
  • Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum – 2%
  • Não sabe – 4%

Veja também: quem são os candidatos a vice-prefeito em SP.

Eleitores podem mudar de voto

A pesquisa perguntou qual o nível de decisão do voto dos entrevistados, revelando que 57% dos eleitores estão totalmente decididos e 42% ainda podem mudar suas preferências.

Boulos é o candidato com o percentual mais alto neste quesito, com 78% de certeza dos eleitores que o escolheram, contra 22% que ainda podem mudar de voto.

Questionados sobre qual seria a segunda opção para prefeito de SP nas eleições 2020, Bruno Covas teve 20% de escolha, seguido por França (18%), Russomanno (13%), Boulos (6%) e Jilmar Tatto (4%).

Texto por  Luana Fogaça**

Veja também: o que eleitor pode e não pode no dia da votação.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes