Portugal conquista novo recorde de energia solar barata

Leilões de energia solar alcançam o menor preço de energia no mundo: 11,14 euros por MWh e confirmam a política governamental de incentivos à energia limpa e barata

Portugal ocupa posição de destaque na corrida por uma matriz elétrica limpa. Novos leilões de energia solar contrataram nova capacidade de geração solar com o menor preço de energia mundial. A nova marca alcançou apenas 11,14 euros por MWh de energia. O antigo recorde de 14,60 euros por MWh, alcançado no leilão de julho de 2019, ficou para trás.

 

Centrais solares em Portugal têm tido crescimento acentuado

O governo português anunciou o resultado positivo com grande satisfação. No último leilão de energia solar de 700MW, 35 empresas participaram da competição, que declarou 6 empresas vencedoras. Dessa forma, a grande vencedora foi a e empresa sul-coreana de painéis solares, Hanwha Q Cells, que conquistou 315MW.

Além disso, as empresas espanholas Iberdrola e Endesa, além da empresa alemã TAG Energy também venceram lotes menores. Dos 700MW leiloados, 670MW foram efetivamente cobertos. Ao todo foram 13 lotes concentrados nas regiões mais ensolaradas no sul do país.
O plano do Governo passa por uma aceleração do investimento em energia solar barata em Portugal, tirando partido do facto de o reduzido custo da tecnologia viabilizar já investimentos de larga escala sem necessidade de recurso a tarifas subsidiadas, como ocorreu com as centrais solares mais antigas e com grande parte da capacidade eólica existente em Portugal.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em suma, a meta de Portugal é alcançar 7GW de energia renovável até 2030. Dessa forma, Portugal terá uma das matrizes elétricas mais limpas do mundo, com 80% do consumo proveniente de fontes renováveis. Além disso, os leilões de energia solar confirmam a decisão acertada do governo português: energia limpa e barata.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes