Conheça a história do Big Brother Brasil

Você sabia que o Big Brother Brasil foi inspirado no livro 1984, do famosos escritor britânico George Orwell? Conheça a história do reality show.

O Big Brother Brasil é um reality show exibido pela Globo e já reúne vinte edições. Sucesso de audiência, repercussão e faturamento em todo o mundo, o programa tem um verdadeiro tesouro quando o assunto é a sua origem: a literatura. Isso quer dizer que antes mesmo da versão tupiniquim, a atração não foi criada por Boninho. Continue lendo para conhecer a História do Big Brother Brasil.

O Grande Irmão (tradução livre para o português) foi inspirado no livro 1984, do famoso escritor britânico George Orwell. Na narrativa da obra, o personagem central é o líder supremo da fictícia Oceânia e controla toda a população em que todos os públicos são observados por ‘telas’ que têm a função de monitorar, gravar e espionar a intimidade de uma sociedade. Apesar da leve premissa na publicação de junho de 1949, o Big Brother só ganhou forma em 1999, na Holanda, por John de Mol Jr.

Quem criou o reality Big Brother?

O formato Big Brother foi desenvolvido pelo magnata Johannes Hendrikus Hubert de Mol Jr., o John de Mol Jr., de 65 anos, em 1999, na Holanda. O bilionário dos média holandês é famoso por ser o criador de vários outros formatos que já ganharam versões brasileiras como o Fear Factor (Hipertensão), The Voice Brasil e Deal or No Deal (Topa ou Não Topa).

John de Mol Jr. nasceu em Haia, Países Baixo, e é um dos principais nomes da Endemol, produtora responsável pela distribuição do Big Brother e muitos outros formatos pelo mundo.  Além da Endemol, John fundou o Talpa Media Group.

John de Mol
John de Mol (Foto: Reprodução/ Twitter)

O magnata foi casado por duas vezes, sendo a primeira com Willeke Alberti (entre 1976 e 1980) e Els de Mol (desde 1986). A mente brilhante por trás do Big Brother tem um filho, o ator Johnny de Mol, e é discreto quando o assunto é sua vida pessoal. O seu foco mesmo é criar, exportar, entreter e lucrar.

Além de atuar no mercado televisivo mundial, De Mol tem investimentos e participações em fabricantes de autopeças. A Spyker Cars, famosa fabricante holandesa, é uma delas.

Qual país teve o primeiro Big Brother?

Em 16 de setembro de 1999 a primeira edição do Big Brother no mundo foi exibida pelo canal holandês Veronica TV, que tem sede em Amsterdam, na Holanda.  A ideia surgiu de John de Mol Jr.,  após a emissora buscar um produto que conquistasse a atenção de um país inteiro.

O formato foi tão bem nos quesitos audiência e comercial na Holanda, que no ano seguinte outros 19 países como Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha e Espanha, entraram em contato com a emissora e compraram os direitos junto a Endemol para a exibição de versões fora dos Países Baixos. O formato só desembarcou no Brasil em 29 de janeiro de 2002.

História do Big Brother Brasil

Apesar do primeiro Big Brother da história ter sido lançado em 1999 na Holanda, no Brasil, o BBB1 fez a sua estreia em 2002 após enorme sucesso da Casa dos Artistas, exibida pelo SBT entre 2001 e 2004.  A Globo comprou os direitos autorais com a Endemol e passou a produzir o programa em uma tentativa de barrar o sucesso desenfreado da concorrente.

Antes disso, a Endemol entrou em contato com o SBT para que o formato fosse exibido no Brasil pela emissora. No entanto, Silvio Santos e a alta cúpula do canal recusaram a oferta e produziram o próprio reality show que durante todos os anos em que foi exibido enfrentou ações judiciais por ‘direitos autorais’.

Após comprar e começar a exibição do BBB1, a Globo entrou na Justiça do Estado de São Paulo para barrar a exibição da Casa dos Artistas, que chegou a ser suspensa do ar por dois dias, mas retornou na sequência após o SBT ganhar uma causa temporária na Justiça. A Globo não se deu por vencida e recorreu da ação. No entanto, o SBT continuou exibindo o seu produto que chegou a ser líder de audiência abrindo mais de 20 pontos de vantagem contra a concorrente.

Elenco da Casa dos Artistas 1 e Silvio Santos
Elenco da Casa dos Artistas 1 e Silvio Santos (Foto: Reprodução/ SBT)

O SBT desistiu de produzir a Casa dos Artistas em 2004, após novas acusações de plágio e ameaças de processo. Mas em 2015, o Superior Tribunal de Justiça de Amsterdã considerou o programa produzido pela emissora brasileira como plágio do Big Brother e condenou o canal a pagar multa de US$ 100 mil por cada dia que o programa fosse ao ar após a condenação, segundo informou a Folha de S. Paulo à época.

Mas apesar de ter estreado em meio à polêmicas com a concorrente direta, o Big Brother Brasil 1 foi sucesso de audiência. Isso porque, diferente da Casa dos Artistas que confinava pessoas famosas, o reality show da Endemol apostou em pessoas comuns a potenciais celebridades.

Quando entrou no ar no Brasil, o BBB1 não tinha o famoso termo ‘paredão’ como é denominada a zona de risco em que participantes emparedados após votação da casa e líder, passam por uma votação em que o público decide quem deve deixar o reality show.  O nome só foi aderido pela Globo após o participante Adriano Castro ter dado a sugestão de forma despretensiosa. A marca pegou e hoje é sinônimo de formatos do gênero no Brasil.

Pedro Bial e Marisa Orth
Pedro Bial e Marisa Orth (Foto: Reprodução/ TV Globo)

O BBB1 foi marcado por ser uma novidade máxima no Brasil. Isso porque, os participantes não tinham noção do que se podia ou não falar dentro da casa, e por isso soltavam informações confidenciais. Tudo era registrado pelas câmeras espalhadas pela residência mais famosa do Brasil e repercutia com facilidade na imprensa.

Fato curioso é que o BBB1 teve na apresentação dois nomes: o jornalista Pedro Bial e a atriz Marisa Orth. Na época, a famosa comentou inúmeras gafes, como atropelar o líder da semana, Sérgio, que deveria indicar quem iria para o paredão, e anunciou Caetano como o indicado. O deslize deixou o líder em uma sai justa e a apresentadora acabou sendo rebaixada a um quadro de entrevistas com os participantes, mas logo foi ‘eliminada’ antes mesmo da reta final da temporada.

Antes de eliminar de vez Marisa Orth do BBB1, a Globo a colocou para ser uma espécie de psicóloga, em que toda sexta-feira ela surgia na TV da sala de estar para conversar com os participantes. A temporada durou 64 dias, sendo a mais curta do Big Brother Brasil até hoje. Na ocasião, Kléber Bambam foi o vencedor. 

Imagem mostra a final do BBB 1 com Bambam e Vanessa História do Big Brother Brasil
Kleber Bambam, vencedor do BBB1 (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Mas as polêmicas da edição de estreia não pararam por aí.  O primeiro líder da história do formato no Brasil foi o cabeleireiro franco-angolano Serginho (Antonio Sergio Tavares Campo). Ele foi o responsável pelo primeiro caso de polícia no programa da Globo. Isso porque, o então competidor estava em situação ilegal no Brasil, e foi notificado pelas autoridades do país.

Na ocasião, Sérgio contou com o apoio de um advogado que conseguiu um prazo na Justiça brasileira para que ele pudesse continuar no programa competindo pelo prêmio. No auge da polêmica, Serginho era um dos favoritos e se envolveu com a atriz Vanessa Pascale, formando um dos casais mais memoráveis da história do formato.

Se hoje em dia não é comum ver cachorro no BBB, a primeira edição também esteve no centro das atenções da imprensa após uma pet chamada Mole entrar na casa e conviver com os participantes. O animal de afeiçoou a Caetano, que acabou sendo o primeiro eliminado. A cachorrinha ficou desorientada com a saída do brother e logo foi tirada do programa após a repercussão na imprensa.

BBB1 História do Big Brother Brasil
Participantes BBB1 com a pet Mole (Foto: Reprodução/ TV Globo)

BBB20, considerado o maior de todos os tempos

O Big Brother Brasil 20 entrou no ar em 21 de janeiro com uma série de novidades após um desgaste do formato no país. A Globo se rendeu a fórmula de versões estrangeiras e confinou 10 famosos na casa mais vigiada do Brasil. Babu Santana, Bianca Andrade, Gabi Martins, Pyong Lee, Lucas Chumbo, Manu Gavassi, Mari Gonzalez, Petrix Barbosa e Rafa Kalimann foram os convidados da edição que ainda contou com 10 anônimos, mantendo metade da originalidade do formato.

A novidade na atração comandada por Tiago Leifert e com direção de Rodrigo Dourado e direção-geral de José Bonifácio Brasil de Oliveira, o Boninho, emplacou no país e movimentou uma legião de fãs. O décimo paredão, por exemplo, fez o BBB20 entrar para o Guinness World Records como ‘A maior quantidade de votos do público conseguidos por um programa de televisão’, marca que antes pertencia ao talent show americano American Idol (Ídolos, aqui no Brasil). Na ocasião, Manu Gavassi, Felipe Prior e Mari Gonzelez se enfrentaram e juntos receberam mais de 1 bilhão e meio de votos.

Imagem de Felipe Pior, Manu Gavassi e Mari Gonzalez no paredão do BBB 20
Paredão histórico do BBB 20 (Foto: Reprodução/ G1)

O sucesso ganhou reportagem no Jornal Nacional, principal telejornal do país, e no Fantástico, revista eletrônica de maior audiência no Brasil. Além disso, a revista americana Variety dedicou uma página para falar sobre o sucesso do BBB20, classificando a atração brasileira como ‘recorde colossal’.

Além de ter entrado para o livro dos recordes, o BBB20 também deixou para trás outras edições do formato no Brasil no quesito votos. As sete primeiras posições de 10 são de paredões da edição. A berlinda entre Guilherme, Pyong e Gizelly, por exemplo, teve mais de 416 milhões de votos. Já o paredão entre Pyong, Babu Santana e Rafa Kalimann contou com mais de 385 milhões de votos computados. O BBB19, que teve o pior desempenho da história do Big Brother no Brasil em matéria de audiência, aparece na oitava colação com 202 milhões de votos em um paredão entre Elana, Carol e Paula.

Na imagem a vencedora do BBB 20 Thelma Assis na final do reality
(Foto: TV Globo/ Reprodução)

O Big Brother Brasil 20 terminou três meses depois com a médica anestesiologista Thelma Assis campeã com 44,10% dos votos. Ela faturou R$ 1,5 milhão. O programa chegou ao fim com uma média geral de 25 pontos, segundo dados divulgados pelo IBOPE, elevando a audiência da edição anterior em 5 pontos.

BBB21 (Big Brother Brasil)

A décima primeira temporada do Big Brother Brasil estreou em 25 de janeiro com a promessa de ser o Big dos Bigs. Com apresentação de Tiago Leifert desde 2017, o reality show já entrou no ar sendo considerado o mais longo da história tendo ao todo 100 episódios confirmados meses antes de sua estreia.

Assim como a edição de 2020, o BBB21 mistura famosos e anônimos em seu elenco. Ao todo, 20 pessoas (sendo 10 personalidades públicas) disputam o prêmio máximo de R$ 1,5 milhão. O programa mantém o formato já consagrado do Brasil com dinâmicas como jogo da discórdia, prova do líder (podendo ser de resistência) e prova do anjo.

Devido o sucesso da edição passada, a produção do reality show decidiu continuar com a prova bate e volta, que é uma dinâmica que consiste em livrar um dos indicados do paredão da semana e da votação do público. O programa também manteve a já tradicional festa do líder (em que o dono da liderança de cada semana escolhe uma festa temática desde o cardápio a decoração) para encerrar o reinado numa noite de quarta da semana seguinte.

Participantes do BBB21 – História do Big Brother Brasil

Arcrebiano – 29 anos
Arthur – 26 anos
Caio – 32 anos
João Luiz – 24 anos
Gilberto – 29 anos
Juliette – 31 anos
Kerline – 28 anos
Lumena – 29 anos
Sarah – 29 anos
Thaís – 27 anos
Camilla de Lucas – 26 anos
Carla Diaz – 30 anos
Fiuk – 30 anos
Lucas Penteado – 24 anos
Karol Conká – 35 anos
Projota – 34 anos
Pocah – 26 anos
Nego Di – 26 anos
Rodolffo – 32 anos
Viih Tube – 20 anos

Seleção dos participantes e Covid-19

Sucesso de audiência, é natural que as pessoas queiram viver a experiência de ser um BBB. Com o Big Brother Brasil 21 não é diferente. Devido a alta procura de candidatos, as inscrições foram divididas em etapas. A Globo abriu a primeira leva de vagas (das inscrições) em 27 de abril de 2020 durante a grande final da temporada passada.

Dentre as capitais escolhidas para as seletivas, Belo Horizonte, Curitiba, Goiânia, Manaus, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Ou seja, os interessados que desejaram participar do reality show, necessariamente precisava morar nessas cidades, mas que a base de seleção ocorreriam nas mesmas. No entanto, devido a Covid-19 no Brasil, as seletivas ocorreram de forma virtual, para evitar a disseminação da doença entre os candidatos e produção.

Com a alta procura, as inscrições do BBB21 foram suspensas em maio e retornaram em 30 de junho com poucas vagas nas principais capitais. A partir daí, a produção do Big Brother Brasil encerrou o recebimento de formulário e começou a selecionar os possíveis brothers e sisters para a temporada.

Diferente de outras edições, não houve o trabalho de olheiros na seleção dos anônimos para o reality show. Isso porque, com a alta do número de casos de Covid-19 no Brasil, a Globo optou por reformular o formato de seleção. Todo o processo foi feito dentro dos estúdios Globo, que fica no Rio de Janeiro, e o contato com os selecionados de cada fase foi feito por e-mail e telefone informados na inscrição.

Famosos (Camarote)

O BBB21 conta com figuras públicas que são apelidadas de Camarote. Uma maneira encontrada pela Globo para dizer que os famosos foram convidados para o reality show. Para a edição em questão, Boninho, diretor do reality show, informou que não teria personalidades na mídia no elenco, assim como na edição anterior. No entanto, em outubro, a Globo anunciou em uma upfront que a vigésima primeira edição contaria com anônimos e famosos em seu elenco, além de ter 100 episódios, superando a edição passada que teve 98. 

Quem ganhou o BBB21? Juliette foi a vencedora do programa com mais de 90% dos votos, um recorde.

BBB 22

A História do Big Brother Brasil chega no dia 17 de janeiro de 2022 com muitas novidades para os espectadores. A primeira é que Tadeu Schmidt. 47 anos, assume o comando do programa no lugar de Tiago Leifert, que deixou a Globo por decisão própria em meados de setembro de 2021.

Logo após a saída do artista da emissora, muito se especulou sobre quem seria o novo apresentador do BBB. O nome mais cogitado entre os fãs do programa foi o de Marcos Mion. Ana Clara também foi bastante requisitada pelos internautas, mas quem ficou com o cargo foi o Tadeu, que esteve à frente do Fantástico por 14 anos – ao todo são 24 anos na emissora.

Eliminados do BBB 22

1º eliminado: Luciano com 49,13% dos votos – 25/02/22

2º eliminado: Rodrigo com 78,45% dos votos – 01/02/22

3ª eliminada: Naiara Azevedo com 57,77% dos votos – 08/02/22

4ª eliminada: Bárbara com 86% dos votos – 15/02/22

5ª eliminada: Brunna com 76,18% dos votos – 22/02/22

Quem já saiu do BBB 22? Relembre todos os eliminados

 

História do Big Brother Brasil
Tadeu Schmidt é o novo apresentador do BBB – Foto: Divulgação/Globo

Participantes BBB 22 – História do Big Brother Brasil

Com a lista de quem já saiu do BBB 22 atualizada, 17 participantes seguem na competição por R$ 1,5 milhão. São eles:

Grupo Pipoca: Laís (Médica); Jessilane (Bióloga e Professora de Biologia); Eliezer (Designer e Empresário); Eslovênia (Estudante de Marketing e Modelo); Bárbara (modelo); Lucas (Engenheiro e Estudante de Medicina); Natália (Modelo e Designer de Unhas); Luciano (dançarino); Rodrigo (gerente comercial); Vinicius (Bacharel em Direito); Larissa (Coordenadora de Marketing e Influenciadora) e Gustavo (Bacharel em Direito).

Grupo Camarote: Arthur Aguiar (Ator e Cantor); Pedro Scooby (Surfista); Paulo André Camilo (Atleta Olímpico); Jade Picon (Empresária e Influencer); Douglas Silva (Ator); Linn da Quebrada (Cantora e Atriz); Tiago Abravanel (Ator e Apresentador); Naiara Azevedo (cantora); Brunna (dançarina); Maria (atriz e cantora).

CAT BBB – História do Big Brother Brasil

Um dos quadros de maior sucesso do BBB 20 e 21 foi o CAT BBB, em que o humorista Rafael Portugal respondia dúvidas dos espectadores e fazia esquetes de humor com os últimos acontecimentos da casa.

Porém, devido a desacordos com a emissora, que exigiu um contrato de exclusividade com o famoso, Rafael deixou o comando do CAT BBB. A partir desta edição, quem assume o quadro é Dani Calabresa. Além do CAT, o reality vai ganhar mais um quadro de humor, sob o comando de Paulo Vieira.

Dani Calabresa é uma das mais famosas humoristas do país. A artista ficou conhecida por apresentar o Furo MTV, entre 2009 e 2012, ao lado de Bento Ribeiro.

Ela também esteve na Comédia MTV, MTV Verão de Casal, além de programas como CQC e Zorra. Neste ano, Dani foi comentarista da Super Dança dos Famosos, no quadro Videocassetadas, após a saída antecipada de Faustão da emissora. Em 2015, ela já havia participado da 15ª temporada do programa como uma das concorrentes ao prêmio.

Atualmente, a humorista tem um programa no GNT, chamado Dani-se.

História do Big Brother Brasil
Dani Calabresa assume CAT BBB – Foto: Divulgação/TV Globo

 

A Eliminação ganha nova apresentadora

A Globo chegou a anunciar Camilla de Lucas como a nova apresentadora do BBB – A Eliminação no lugar de Vivian Amorim, mas logo emitiu um novo comunicado informando que Ana Clara vai assumir o programa ao lado de Bruno de Luca.

A terceira colocada do Big Brother Brasil 18 continua na Rede BBB, programa de entrevista que vai ao ar semanalmente no GloboPlay com o eliminado da semana.

O BBB – A Eliminação vai ao ar no canal pago Multishow. A estreia está marcada para o dia 19 de janeiro, dois dias depois da exibição do primeiro episódio da nova temporada do reality na Globo.

História do Big Brother Brasil
Ana Clara é a nova apresentadora do BBB – A Eliminação – Foto: Reprodução/Globo

 

Luciano foi o primeiro eliminado do BBB 22

Luciano foi o primeiro eliminado do Big Brother Brasil 22. O brother foi puxado por Naiara Azevedo na berlinda de estreia e levou a pior com 49,31% dos votos do público. Ele enfrentou a cantora sertaneja e Natália na votação popular.

O brother tem 28 anos, é ator e bailarino. Por ter ficado pouco tempo na casa, quase não teve momentos de destaque. É lembrado por ter falado inúmeras vezes que queria ser mais famoso que a Beyoncé e esse era seu principal objetivo. A sede por fama do rapaz não agradou ao público e ele deixou o confinamento no primeiro paredão.

quem já saiu do bbb 22
Luciano foi o primeiro eliminado do BBB 22 – Foto: Reprodução/Rede Globo

Rodrigo deixou a casa na segunda semana

Na segunda semana, foi a vez de Rodrigo deixar o confinamento. O brother foi indicado pelo líder Tiago Abravanel e disputou a votação popular contra Jessilane e Natália, e deixou a casa com 48,45% dos votos.

Rodrigo teve algumas falas problemáticas dentro do confinamento que desagradaram o público nas redes sociais. Quando questionado pelos colegas de confinamento, o rapaz dizia que queria aprender mais sobre questões como racismo e homofobia.

Em março deste ano, o ex-BBB sofreu um grave acidente de carro e precisou ser internado na UTI. Ele segue em recuperação.

rodrigo
Recentemente, eliminado do BBB 22 sofreu acidente de carro – Foto: Reprodução/Instagram/@rodrigo.mussi

Naiara Azevedo ganhou o apelido de ‘nanacita’

A cantora sertaneja Naiara Azevedo escapou do primeiro paredão, mas acabou saindo na terceira semana. A famosa caiu na berlinda por meio de uma consequência da prova do líder e deixou a casa com 57,77% dos votos. Ela enfrentou Arthur Aguiar e Douglas Silva.

A voz de ’50 reais’ entrou na casa ‘cancelada’, mas conseguiu reverter a imagem. Rendeu memes, foi acolhida por parte do público da web e ainda ganhou o apelido de ‘nanacita’, em referência a Karol Conká, participante do BBB 21 que era chamada de mamacita.

A cantora poderia ter ficado mais tempo na casa, mas a votação virou a favor de Douglas Silva do dia para a noite, conforme revelado pelo apresentador Tadeu Schmidt.

rejeição bbb 22
Cantora estava em sua segunda berlinda – Foto: Reprodução/Globo

Bárbara deu início a série de eliminações do quarto Lollipop

Foi na quarta semana que todos os membros do quarto Lollipop começaram a ser eliminados. Bárbara foi a primeira lollipoper a deixar o programa, com 86,02% dos votos, alta rejeição, em uma disputa contra Arthur Aguiar e Natália.

Bárbara passou longe de ser umas das participantes mais populares do programa. A essa altura, já tinha uma forte amizade com Laís, que também era rejeitada pelo público. A trajetória da sister ainda foi marcada por uma acusação de racismo.

Bárbara
Sister foi eliminada – Foto: Reprodução/Globo

Brunna Gonçalves foi a maior planta da edição

Brunna poderia ter sido um dos destaques da temporada, mas se resguardou bastante em relação ao jogo e ganhou o título de maior planta do BBB 22.

A dançarina quase não aparecia na edição e não teve nenhum momento de destaque. Foi eliminada na quinta semana com 76,18% dos votos em uma disputa contra Gustavo e Paulo André, após ter sido indicada por Lucas, líder da semana. Os dois já haviam trocado votos antes.

parcial enquete bbb 22
Foto: Reprodução/Rede Globo

Larissa entrou pela casa de vidro, mas desagradou

Larissa, juto com Gustavo, foram os brothers que entraram no jogo pela casa de vidro na terceira semana. Eles ingressaram no programa pela votação popular, com um pouco mais de 50% dos votos.

No entanto, a pernambucana foi eliminada logo na sexta semana com  8,59% dos votos, alta rejeição, em uma disputa contra Arthur Aguiar e Linn da Quebrada. A modelo desagradou o público com sua estratégia, que consistia em espalhar fake news para os confinados em relação ao que o público estava achando do programa. A sister até ganhou o apelido de ‘Larivision’, em referência ao seriado Wanda Wision.

Porcentagem de votos BBB 22 hoje
Foto: Reprodução/Rede Globo

Jade Picon foi derrotada em duelo com Arthur Aguiar

O jogo chegou ao fim para Jade Picon na sétima semana. Muito se esperava da participação da sister, que é milionária – o público queria ver como ela ia sair nas situações do dia a dia, como lavar a louça ou ficar na xepa.

Seu maior enredo foi a rivalidade com Arthur Aguiar. Desde a terceira semana, a relação dos dois, que antes era de cumplicidade, mudou da água para o vinho e eles se tornaram os maiores antagonistas um do outro.

O duelo entre os dois na sétima semana rendeu mais de 600 milhões de votos, se tornando a segunda maior votação da história do BBB 22. A influenciadora foi eliminada com 84,93% dos votos. Jessilane também estava na berlinda.

parcial bbb 22 uol atualizada
Foto: Reprodução/Rede Globo

Vinícius era promessa, mas desapontou

Assim que o nome dos Pipocas foram anunciados, Vinícius foi o brother que mais ganhou seguidores – foram quase 3 milhões antes mesmo do programa começar.

No entanto, Vyni não conseguiu manter o carisma que mostrou em seu primeiro vídeo de apresentação e perdeu o apoio do público. Sua relação com Eliezer e as constantes da trapalhadas, que pareciam forçadas, desagradaram os internautas.

O cearense recebeu 55,87% dos votos no oitavo paredão do BBB 22, contra Gustavo e Pedro Scooby.

Vinícius Foto: Reprodução/Globo

Laís teve a maior rejeição da temporada

Depois da eliminação de Jade Picon, Larissa se tornou a maior rival de Arthur Aguiar. Os dois trocaram farpas durante semanas seguidas, principalmente no jogo da discórdia.

A médica também fazia parte do grupo Lollipop, o mais fraco da casa, e andava com algumas das pessoas mais impopulares do reality, como Eslovênia e Bárbara. Também manteve um relacionamento com Gustavo, com quem segue namorando depois do fim do programa.

Ao cair no nono paredão com Eliezer e Douglas Silva, foi eliminada com 91,25% dos votos, a maior rejeição do BBB 22.

Laís faz parte do grupo mais fraco da casa – Foto: Reprodução/Globo

Lucas, o barão da piscadinha

Lucas saiu no décimo paredão com 77,54% dos votos em uma disputa com Pedro Scooby e Paulo André. Apesar da alta porcentagem, o barão da piscadinha não era rejeitado pelo público, mas caiu em uma berlinda com dois dos mais fortes jogadores da edição.

Ao longo da temporada, se envolveu com Eslovênia, com quem também segue namorando depois do fim do programa. O barão não teve muitos momentos de destaque, mas saiu da casa com uma boa imagem.

Quem está na frente para sair do BBB 22 História do Big Brother Brasil
Lucas – Foto: Reprodução/Instagram/@bissolilucas

Eslovênia deixou a casa logo depois do namorado

Eslô conseguiu escapar do paredão até a décima primeira semana, mas foi eliminada assim que caiu na berlinda, com 80,74% dos votos. Ela enfrentou Douglas Silva e Paulo André.

A ex-Miss Pernambuco chegou a ser comparada a Juliette após a divulgação de seu vídeo de apresentação, mas passou longe de ter a mesma popularidade. Aliás, a sister foi uma das mais rejeitadas pelo público. Ao longo de sua trajetória, fez parte do Lollipop, e se envolveu com Lucas.

Discurso eliminação BBB 22 História do Big Brother Brasil
Eslovênia – Foto: Reprodução/Globo

Linn da Quebrada deixou a casa na 12ª semana

O jogo chegou ao fim para Lina no 12º paredão. A cantora recebeu 77,16% dos votos na berlinda contra Gustavo e Eliezer, e saiu por ter desagradado o público ao indicar Paulo André ao paredão durante a sua liderança.

Durante sua trajetória no BBB 22, Linn se tornou parte das ‘comadres’, trio formado por ela, Natália e Jessilane. Foi bastante popular entre o público do programa e chegou a ser cogitada como uma das possíveis ganhadoras, mas perdeu força devido ao antagonismo a Paulo André.

Quem está na frente para sair História do Big Brother Brasil
Linn da Quebrada – Foto: Reprodução/Globo

Natália foi a segunda ‘comadre’ eliminada

Natália deixou a casa depois de sua companheira de jogo Lina, com  83,43% dos votos contra Gustavo e Paulo André, no 13º paredão da temporada.

Nas primeiras semanas do BBB 22, Nat bastante criticada pelos colegas de confinamento e alvo constante no jogo da discórdia, e passou uma das participantes mais populares nas rede sociais. No entanto, perdeu força quando começou a se relacionar com Eliezer e também por sempre brigar com as aliadas depois de beber demais nas festas.

Quem saiu do BBB 22
Natália – Foto: Reprodução/Globo

Jessilane deixou o BBB 22 com 63,63% dos votos

A última comadre a deixar a casa foi Jessilane. Ao longo de sua participação no BBB 22, Jessi não se envolveu em nenhum grande briga, exceto pelos desentendimentos com Natália, uma de suas amigas no jogo.

A professora de biologia enfrentou Arthur Aguiar, Gustavo e Eliezer em mais um paredão quádruplo da temporada e saiu com 63,63% dos votos. Ela foi a última mulher a deixar o BBB 22.

A trajetória de Jessi também carece de momentos marcantes, mas a bióloga bateu o recorde de mais tempo na xepa com 12 semanas, sendo 7 consecutivas.

Enquete bbb 22 atualizada História do Big Brother Brasil
Jessilane – Foto: Reprodução/Globo

Gustavo ganhou fama de ‘malvadão’

Gustavo chegou no jogo com o objetivo de agitar a casa e colocar no paredão quem ainda não tinha enfrentado a berlinda – e assim o fez. No entanto, o ‘caçador de lollipopers’, como ele mesmo se apelidou, caiu em controvérsia ao se apaixonar por Laís, membro do grupo que ele tanto queria eliminar.

O paranaense foi eliminado no 15º paredão com 81,53% dos votos em uma disputa contra Eliezer e Paulo André. Apesar de ter conquistado parte do público, ele foi bastante rejeitado pela torcida de Arthur Aguiar após embates com o ator.

quem está na frente para sair do bbb 22
Gustavo -Foto: Reprodução/Globo

Pedro Scooby virou meme durante o BBB 22

Pedro Scooby foi um dos maiores memes do BBB 22. As constantes perdas da linha de raciocínio, o fato de que ele não terminava frases e estava sempre “olhando pro nada” chamaram a atenção da web. Ele até ganhou uma música tema, “Because I Got High”, de Afroman.

Porém, o surfista adotou uma postura anti-jogo e indiferença em relação ao que estava acontecendo na casa que irritou parte do público – ele até mesmo levou uma chamada de Tadeu Schmidt.

Scooby foi eliminado no 16º paredão da temporada, com 55,95% dos votos. Ele enfrentou Eliezer e Douglas Silva.

quem é o favorito para ganhar o bbb 22
Pedro Scooby- Foto: Reprodução/Globo

Eliezer foi o 17º eliminado

O último eliminado foi Eliezer, com 65,76% dos votos em uma disputa contra Arthur Aguiar e Douglas Silva. Membro do Lollipop, Eli conseguiu resistir a sete paredões e contrariou as expectativas a ser o único de seu grupo a vencer tantas berlindas.

Ao longo de sua trajetória no programa, se envolveu com Natália, com quem viveu um relacionamento turbulento. Também se relacionou brevemente com Maria. A história do designer também foi marcada por uma acusação de assédio, quando o brother encurralou Jessilane na borda da piscina.

eliezer História do Big Brother Brasil
Foto: Reprodução/Globo

Douglas Silva ficou em terceiro lugar

Douglas Silva recebeu apenas 1,13% dos votos e ficou em terceiro lugar do BBB 22. Ele levou o prêmio de R$50 mil para casa.

O ator foi alvo constante da casa e sempre era votado no confessionário. Deu sorte e escapou do paredão em duas das provas bate-volta que participou. Apesar de ter registrado votações expressivas, conseguiu se manter no jogo e quebrou a ‘maldição do primeiro líder’.

Segundo Tadeu Schmidt, ele quase foi eliminado na terceira semana, mas a votação virou a seu favor.

douglas História do Big Brother Brasil
Douglas Silva foi o primeiro líder do BBB 22 – Foto: Reprodução/Globo

Paulo André ficou em segundo lugar

Paulo André  ficou em segundo lugar no BBB 22 e ganhou o prêmio de R$150 mil.

Se destacou pelo rendimento em provas, conquistado a liderança três vezes e o anjo por duas semanas. Outro feito notável da trajetória foi o fato de que em todos os paredões que P.A esteve, ele foi o menos votado e nunca correu riscos de deixar o programa.

Ao longo de sua trajetória, se envolveu com Jade Picon. Ele conseguiu eliminar sua maior antagonista, Linn da Quebrada, no 12º paredão.

Quem ficou em segundo lugar no BBB 22
Paulo André foi quem ficou em segundo lugar no BBB 22 – Foto: Reprodução/Globo

Arthur Aguiar foi o campeão do BBB 22

Arthur Aguiar ganhou o programa com 68,96% dos votos da audiência e levou o prêmio de R$1,5 milhão. O ator confirmou o favoritismo, devido a sua forte e engajada torcida do lado de fora, apelidada de ‘padaria’, ao mesmo tempo que sofreu bastante rejeição na web.

Ao longo de sua trajetória, teve grandes rivalidades com Jade Picon e Laís. Ele também foi escolhido pelo público para vencer o paredão falso, com mais de 82% dos votos. Ele passou 36 horas no quarto secreto e ganhou alguns comandos que bagunçaram a rotina dos brothers.

Foi o recordista de paredões da temporada, ao lado de Gustavo, estando presente sete vezes na votação popular. Em nenhum deles Arthur correu o risco de sair e sempre somou baixos índices de votos.

quem está ganhando o bbb 22 História do Big Brother Brasil
Arthur Aguiar – Foto: Reprodução/Globo
Você pode gostar também
buy cialis online