Gustavo Pantanal 1990: por onde anda José de Abreu?

Personagem saiu da trama sem explicações na época do folhetim original.

Hoje vivido por Caco Ciocler no remake da TV Globo, o Gustavo Pantanal 1990 foi interpretado pelo ator José de Abreu. Na época em que trabalhou na clássica novela da Manchete, o famoso já somava mais de uma década de trabalho como artista. Atualmente, o famoso está com 76 anos de idade e continua na ativa. Recentemente, José de Abreu trabalhou no horário nobre da TV Globo.

Como está o ator que fez Gustavo Pantanal 1990?

José de Abreu, o Gustavo Pantanal 1990, hoje está com 76 anos e namora a maquiadora Carolynne Junger, de 24 anos de idade. A dupla está em um relacionamento há três anos e compartilha momentos do romance nas redes sociais.

Mesmo um ator já consagrado nas telinhas e cinema brasileiro, José de Abreu não aperta o freio. Em 2022, o veterano lançou o curta-metragem Sky Tower, vai estar no filme Aos Nossos Filhos – com Marieta Severo e previsão de estreia para final de julho de 2022 – e ainda tem uma minissérie intitulada Abandonados em produção.

Entre o final de 2021 e começo de 2022, José de Abreu marcou as telinhas da TV Globo como o personagem Santiago de Um Lugar ao Sol. Obra de Lícia Manzo, esse foi o primeiro trabalho da autora no horário nobre da emissora e marcou o retorno das produções inéditas da faixa de horário, que sofreu alterações no auge da pandemia do covid-19 no país.

Na produção, o personagem de Abreu era um empresário que tinha problemas no relacionamento com as filhas, Rebeca (Andrea Beltrão), Bárbara (Alinne Moraes) e Nicole (Ana Baird), frutos de casamentos diferentes. A situação familiar piora quando ele se envolve com sua personal trainer, uma mulher mais nova. Bárbara não quer os dois juntos e até arma para separar o casal.

Antes de Um Lugar ao Sol, a última novela de José de Abreu havia sido A Dona do Pedaço (2019), em que ele viveu o personagem Otávio Guedes. No ano anterior a este projeto, ele esteve na novela Segundo Sol.

Carreira de José de Abreu, o Gustavo Pantanal 1990 

A primeira peça em que José de Abreu atuou foi para os palcos em 1968, mas o ator sofreu com a censura da ditadura militar e em 1969 deixou o país por algum tempo. Abreu morou na Europa, em que teve os mais diversos tipos de trabalho, como lavador de pratos, motorista, ajudante de pedreiro, entre outros.

Em 1974, o Gustavo pantanal 1990 retornou ao Brasil. Natural de São Paulo, quando voltou ao país ele passou a morar no Rio Grande do Sul, com Nara Keiserman, sua primeira esposa. Os dois se conheceram antes do ator deixar o Brasil e viajaram juntos pelo continente europeu.

No Sul do país, José de Abreu trabalhou em peças, até que surgiu a oportunidade de atuar no primeiro filme de sua carreira. Ele então interpretou Christian em A Intrusa (1979). No ano seguinte, ele recebeu a oportunidade de fazer sua estreia nas telinhas da Globo com a novela As Três Marias.

Durante os anos 1980, o ator somou filmes, novelas e séries famosas. Ele esteve em O Tempo e o Vento (1985), a primeira versão de Tititi (1985), Anos Dourados (1986), O Casamento dos Trapalhões (1988), entre outros. Em seguida, ele foi chamado para interpretar Gustavo Pantanal 1990.

Após o projeto, ele engatou mais trabalho na Manchete, a minissérie O Canto das Sereias e a novela A História de Ana Raio e Zé Trovão. Ao longo dos anos seguintes, ele também esteve em Renascer (1993), Sonho Meu (1993), Corpo Dourado (1998), A Muralha (2000), Porto dos Milagres (2001), Desejos de Mulher (2002), A Casa das Sete Mulheres (2003), Senhora do Destino (2004 – 2005), Caminho das Índias (200), Insensato Coração (2011), Avenida Brasil (2012), Joia Rara (2013 – 2014), A Regra do Jogo (2015), e muitas outras.

José de abreu
José de abreu com a namorada (à esquerda) e como o personagem santiago de um lugar ao sol (à direita) – foto: reprodução/instagram/@carolynnejunger/globo

Gustavo saiu de trama original por causa de audiência

Para quem não lembra, Gustavo Pantanal 1990 deixou de aparecer no folhetim sem dar explicações ao público após a morte de Madeleine na trama. Isso aconteceu porque a audiência do núcleo do Rio de Janeiro não agradava a emissora. Em entrevista ao O Globo, em maio de 2022, José de Abreu contou que o diretor Jayme Monjardim resolveu remover momentos da trama que se passavam na cidade, pois não agradava o público.

Por isso, Gustavo Pantanal 1990 não ganhou um final definitivo e José de Abreu foi chamado para gravar outro projeto do diretor na mesma época. Havia sido prometido ao ator que ele retornaria no final da trama de Pantanal, apenas para fazer uma participação especial mostrando o que havia acontecido com o psicólogo. No entanto, ele não foi chamado para as gravações finais do folhetim e acabou ficando de fora do desfecho da trama.

Em 2022, o autor Bruno Luperi resolveu dissolver as pontas soltas deixados pelo personagem em 1990 e deu um novo rumo ao ex de Madeleine. Hoje papel de Caco Ciocler, o médico saiu em viagem com a namorada, mas retornou pouco depois na trama. Ainda não foi revelado se nesta versão o personagem estará presente até o desfecho da novela.

Gustavo
Gustavo pantanal 1990 (à esquerda) e personagem em 2022 (à direita) – foto: reprodução/manchete/globo

 

Leia também

Velho do Rio morre em Pantanal? Juma encontrará entidade

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.