Publicado em

Por Terje Solsvik

OSLO (Reuters) - A Nasdaq retirou sua oferta pela Oslo Bors nesta segunda-feira, dando à Euronext a chance de concretizar a compra da operadora da bolsa norueguesa após cinco meses de batalha.

A Euronext garantiu a aprovação do Ministério das Finanças da Noruega este mês para comprar mais de 50% da Oslo Bors por 158 coroas norueguesas por ação, bloqueando efetivamente a oferta da Nasdaq. Ambas avaliaram um dos poucos operadores independentes do mercado de ações da Europa em cerca de 6,8 bilhões de coroas norueguesas (783 milhões de dólares).

Tanto a Euronext, que administra bolsas em Paris, Bruxelas, Amsterdã, Lisboa e Dublin, quanto a Nasdaq estão buscando expandir seus portfólios, mas as oportunidades são escassas, já que os operadores do mercado já pertencem a grupos internacionais ou seus acionistas querem permanecer independentes.

Com a tecnologia acelerando a negociação, e a desregulamentação levando à integração do mercado, o tamanho tornou-se um recurso importante para os operadores de bolsa, já que a tecnologia de "big data" permite que os grandes participantes reduzam custos e taxas de transação.

A aquisição da Oslo Bors deverá diversificar a receita da Euronext com ações e negociação de derivativos, dada a posição de liderança da operadora norueguesa em derivados de frutos do mar, bem como serviços de petróleo e transporte.

O sucesso da Euronext bloqueia a ambição da Nasdaq de completar uma série de aquisições na região nórdico-báltica, onde a empresa dos EUA já possui as bolsas da Suécia, Dinamarca, Finlândia e Islândia, bem como da Estônia, Letônia e Lituânia.