Publicado em

A taxa de desemprego entre os brasileiros com idade de 18 a 24 anos ficou em 27,3% no primeiro trimestre, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta quinta-feira, 16, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa está acima do dobro da taxa media nacional, de 12,7%, divulgada pelo IBGE no fim do mês passado.

Para o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, a persistência do elevado desemprego entre os mais jovens causa consequências de longo prazo.

Isso porque jovens que completaram 18 anos em meio a recessão de 2014 a 2016 e à estagnação que se seguiu, estão tendo dificuldade de experimentar o primeiro emprego.

"Quem se formou em 2014 pode não ter experimentado o mercado de trabalho. A crise gera um estrago de longo prazo", afirmou Azeredo.