Publicado em

Os títulos públicos de longo prazo tiveram as melhores performances do mês de abril, após a aprovação do projeto de reforma da previdência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) ter refletido nos preços dos ativos. De acordo com o boletim de Renda Fixa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), o IMA-B5+, indicador que reflete as NTN-Bs com mais de cinco anos, avançou 1,79% no período, o melhor resultado entre todos os subíndices do IMA (Índice de Mercado Anbima). No ano, o IMA-B5+ já acumula retorno de 9,59%. “A discussão da reforma da previdência continua impactando na rentabilidade dos títulos, dada a importância dessa aprovação para a sustentabilidade da dívida pública no longo prazo”, afirma Hilton Notini, gerente de Preços e Índices da Anbima. Com o segundo maior retorno mensal, o IMA-B5, que reproduz as carteiras de NTN-Bs até cinco anos, valorizou 1,10% - em 2019, até abril, chega a 4,03%. Já o IMA-Geral, teve valorização de 0,86% em abril e de 3,86% no ano. / Da Redação