Após crítica de Lula, Bolsonaro aparece usando máscara contra covid

Após 36 eventos sem máscara, Jair Bolsonaro adotou a proteção para o compromisso oficial nesta quarta-feira (10/03). Relembre o que o presidente já disse sobre a eficácia das máscaras até pouco tempo atrás.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apareceu usando máscara de proteção contra a COVID-19 nesta quarta-feira, 10 de março. O que seria algo considerado comum nas atuais circunstâncias de pandemia, foi surpreendente por se tratar de Bolsonaro,  que recentemente criticou a eficácia da proteção com máscaras, e também não vinha adotando a medida nos últimos eventos.

Segundo informações do G1, a última vez que Bolsonaro foi visto usando máscara em um compromisso oficial foi no dia 3 de fevereiro. Desde então, o presidente marcou presença em 36 eventos ao todo, não só em Brasília (DF), mas também em outras cidades como Goiânia e Pernambuco. Em todos eles Bolsonaro estava sem máscara de proteção, medida que segundo informou a ONU ainda em março de 2020, é a mais efetiva no combate ao coronavírus.

Apesar disso, o presidente não manteve a máscara de proteção ao longo de todo o evento nesta quarta-feira (10/03). No momento em que discursou, ele optou por fazer pronunciamento sem máscara. Bolsonaro sancionou projetos de lei aprovados pelo Congresso Nacional para a compra de vacinas pela União.

 

Bolsonaro e pacheco
Jair bolsonaro e o presidente do senado, rodrigo pacheco (foto:marcelo camargo/agência brasil)
Imagem mostra jair bolsonaro usando máscara
Bolsonaro discursa nesta quarta-feira, 10 de março. (foto:marcelo camargo/agência brasil)

O que Bolsonaro já disse sobre o uso de máscara

Desde que se iniciou a pandemia da COVID-19, Jair Bolsonaro já declarou diversas opiniões sobre a proteção contra a doença, sendo a maioria delas polêmicas, das quais a comunidade científica se posicionou contra na maioria das vezes. A mais recente, sobre o uso de máscara de proteção, aconteceu no dia 25 de fevereiro de 2021.

Durante uma transmissão ao vivo em seu canal do Youtube, Bolsonaro afirmou, na ocasião, que a eficácia das máscaras eram questionáveis, e comentou sobre um suposto estudo que estava sendo feito na Europa, este que comprovava que as máscaras de proteção são “prejudiciais”.

O presidente afirmou saber que sua opinião seria polêmica, e se limitou a dizer que estava aguardando mais estudos sobre o uso da máscara.”Não vou entrar em detalhes, porque tudo deságua em críticas em mim. Eu tenho a minha opinião sobre máscaras, que cada um tenha a sua”, completou.

Confira outras declarações:

“Falam tanto em máscara. O tempo todo essa mídia pobre falando: ‘o presidente sem máscara’. Não encheu o saco ainda, não? Isso é uma ficção. Quando é que nós vamos ter gente com coragem, que eu não sou especialista no assunto, para falar que a proteção da máscara é um percentual pequeno? A máscara funciona para o médico, que está operando uma máscara específica. A nossa aqui, praticamente zero”,
Jair Bolsonaro, 31 de dezembro de 2020.

Imagem mostra o presidente jair bolsonaro
(imagem: reprodução/ sergio lima/afp)

O nome de Jair Bolsonaro também está ligado as aglomerações. O presidente já causou duas situações controvérsias em relação ao distanciamento social. A primeira delas aconteceu no dia 1º de janeiro, quando ele causou tumulto na Praia Grande, litoral de São Paulo. De jet-ski, o presidente abraçou apoiadores e tirou fotos com banhistas. No dia 15 de fevereiro, quando seria comemorado o Carnaval, o presidente repetiu a situação na Praia da Enseada, em Santa Catarina. Em ambas as ocasiões, Bolsonaro não estava usando máscara.

Leia também:

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.