Publicado em

(Reuters) - O fundador da Huawei, Ren Zhengfei, disse à BBC nesta segunda-feira que a prisão de sua filha, a vice-presidente financeira da empresa, Meng Wanzhou, teve motivação política.     "Primeiramente, eu me oponho ao que os EUA fizeram. Esse tipo de ato politicamente motivado não é aceitável", disse Zhengfei à BBC em entrevista.

O Canadá prendeu Meng em 1º de dezembro a pedido dos Estados Unidos. Meng foi acusada de fraude bancária e eletrônica para violar as sanções americanas contra o Irã.

(Reportagem de Kanishka Singh)