Publicado em

Por Catarina Demony

LISBOA (Reuters) - A polícia apreendeu mais de uma tonelada de cocaína equivalente a 49 milhões de dólares e prendeu sete pessoas a bordo de um barco de pesca brasileiro em uma apreensão de drogas nos mares de Portugal apoiada por agências de crimes internacionais, de acordo com autoridades nesta terça-feira.

A polícia portuguesa encontrou 50 bolsas de tecido cheias de cocaína, aparentemente destinadas ao mercado europeu continental, dentro de um compartimento especialmente projetado e de difícil acesso da embarcação de pesca, informou um comunicado da polícia. Os suspeitos presos eram todos estrangeiros com idade entre 36 e 64 anos, acrescentou.

Intitulada "Areia Branca", a operação anti-drogas teve início após uma troca de informações entre autoridades brasileiras e portuguesas e foi assistida pelo órgão norte-americano Drug Enforcement Administration (DEA) e pela britânica National Crime Agency.

Em dezembro, um estudo realizado pelo Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência, agência europeia com sede em Lisboa, revelou que novas gangues estavam adentrando os mercados de cocaína na Europa, estabelecendo redes de contrabando que ligam diretamente produtores da América Latina a consumidores europeus.

A produção global de cocaína atingiu um pico recorde de 1.410 toneladas em 2016, de acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.