Publicado em

(Reuters) - Perigosas inundações repentinas atingiram parte do sudeste do Texas nesta quinta-feira, durante as últimas chuvas da tempestade tropical Imelda, com o Centro Nacional de Furacões prevendo que o volume total de chuva some 89 centímetros em algumas áreas costeiras.

Três dias de chuvas na área de Houston prenderam motoristas em estradas alagadas, confinaram pessoas em suas casas e levaram à retirada de pessoas de pelo menos um hospital, de acordo com a mídia, autoridades locais e postagens em rede sociais.

Milhões de pessoas em Houston e nas proximidades do oeste de Louisiana permaneceram sob o alerta de enchentes repentinas nesta quinta-feira, quando o Serviço Nacional de Meteorologia previu uma precipitação final de 10 a 25 centímetros antes da tempestade enfraquecer.

Algumas áreas sofreram as piores inundações desde que o furacão Harvey alagou Houston há dois anos, matando mais de 60 pessoas. Houston parece ter sido poupada dos piores impactos da Imelda nesta semana, embora algumas vias da cidade tenham ficado alagadas na quarta-feira.

A pequena cidade de Winnie, a 97 quilômetros a leste de Houston, havia sido atingida na manhã desta quinta-feira. As autoridades retiraram as pessoas do Hospital Riceland e tentaram resgatar outras pessoas ilhadas em seus veículos, depois que algumas vias se transformaram em verdadeiros lagos.

"A comunidade de Winnie está sendo devastada pelo aumento do volume de água", disse o Gabinete do Xerife do Condado de Chambers em um comunicado, informando aos moradores que a Cruz Vermelha havia disponibilizado um abrigo e que as equipes de emergência estavam resgatando pessoas de barco.

(Por Jonathan Allen em Nova York)