Publicado em

As moedas da Ásia recuavam nesta madrugada, em sessão em geral fraca para os mercados acionários locais, com aversão ao risco em meio aos temores de que Estados Unidos e China não cheguem a um acordo comercial. Com isso, o yuan offshore atingiu mínima em 2019, tocando brevemente a marca de 6,9 yuans por dólar. Às 5h10 (de Brasília), o dólar avançava a 6,8705 yuan no mercado offshore.

No mercado local, o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) orientou o yuan levemente em baixa nesta segunda-feira, com a moeda negociada no país atingindo mínimas em três meses e meio diante da divisa americana. Na opinião do UBS, porém, Pequim provavelmente não deixará o yuan recuar muito, mesmo diante do risco de uma guerra comercial. Além de preocupações com a saída de capital, a China quer chegar a um acordo comercial com os EUA, que estariam pressionando por um câmbio mais constante para a moeda chinesa.

O MUFG, por sua vez, ressalta a importância do diálogo entre as duas maiores potências para que os mercados asiáticos se acalmem. "Será difícil manter os mercados calmos sem mais progresso nas conversas comerciais nos próximos meses", acredita o banco.