Publicado em

São Paulo - Apesar dos resultados globais positivos que o McDonald's apresentou neste primeiro trimestre, com o aumento do lucro líquido para U$ 1,1 bilhão, no Brasil a empresa tem sofrido com a situação macro e o crescimento da concorrência. Desde o ano passado o ritmo de inaugurações vem diminuindo no País.

Em 2015, a empresa fechou o ano com 17 novas aberturas no Brasil e com a venda de alguns ativos próprios. O número foi o menor registrado desde 2011, quando a operadora na América Latina, a Arcos Dorados, abriu o capital na Bolsa de Nova York. Em 2014, a empresa inaugurou 54 restaurantes no País. Em 2013 foram 81 unidades.

Para o consultor da Praxis Business, consultoria especializada em franquias e varejo, Adir Ribeiro, a empresa deve manter o ritmo fraco de inaugurações em 2016. "Não acredito que a empresa vá colocar o pé no acelerador este ano. Até porque a concorrência é forte e a situação macroeconômica no Brasil está muito ruim, o que não estimula que haja esse crescimento", diz.

Concorrentes

De acordo com ele, um fator central que tem dificultado a operação da empresa no Brasil é o fato de seus concorrentes estarem se fortalecendo. "Eles foram muito ágeis aqui. O Burguer King conseguiu entender seu formato e sua posição no Brasil. O Bob's também começou a se encontrar um pouco mais. Começou a ter um maior crescimento dessas e também de outras empresas do setor, e isso vem afetando as vendas do McDonald's", explica.

Segundo ele, há uma mudança no hábito dos consumidores em curso, que tem trazido novos desafios para a empresa. "A geração millenials não está mais procurando tanto esses produtos. Além disso, ela quer, cada vez mais, que eles sejam customizados", avalia o especialista.

Apesar das dificuldades, a divisão do Brasil da Arcos Dorados teve um crescimento de 5,1% na receita em 2015, em Reais. O Burguer King, por sua vez, fechou o ano passado com um aumento de 46% nas vendas brutas, em comparação ao ano anterior. O montante registrado foi de R$ 1 bilhão. A empresa tem demonstrado crescimento global e realizou no ano passado 98 inaugurações de lojas próprias no Brasil, totalizando 531 unidades.

Resultado global

Em relação aos resultados globais do primeiro trimestre deste ano, o McDonald's apresentou números positivos. O lucro líquido subiu para US$ 1,1 bilhão, de US$ 811,5 milhões registrados no mesmo período de 2015. A receita, por sua vez, recuou 0,9%, para US$ 5,9 bilhões, afetada pelo câmbio. Excluindo esse efeito, a receita aumentou 3% no período.

"No exterior eles estão passando por um processo de restruturação muito forte, testando novos cardápios e com algumas iniciativas de customização do pedido. Isso tudo vêm trazendo uma repercussão bem positiva para a marca", afirma Ribeiro, da Praxis Business. "Eles estão demonstrando uma iniciativa em se atualizar para os gostos e as demandas dos consumidores", complementa o executivo.