Publicado em

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) projeta produção recorde de soja para a safra 2017-2018, de 114,9 milhões de toneladas. A estimativa não deve, porém, prejudicar preços em um cenário de demanda aquecida.

O novo recorde é 0,8% superior à safra 2016/2017, quando a produção da oleaginosa somou 114 milhões de toneladas. “Diferentemente do que aconteceu na temporada passada, tivemos problemas pontuais em alguns estados. Ainda assim, o clima permitiu que o resultado superasse o ciclo anterior”, diz o gerente de avaliação e levantamento de safra da Conab, Eledon Pereira. “Se não fossem essas questões, a temporada teria sido ainda maior.”

O Rio Grande do Sul foi o único estado em que a produção não cresceu neste ciclo, devido à estiagem. A queda foi de 11% na safra da oleaginosa, com problemas em áreas de cultivo.

A projeção feita pela companhia acompanhou o mercado, que continua a revisar para cima as expectativas para produção do grão. Ontem, a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) também elevou a estimativa de produção do grão para esta temporada, a 117,4 milhões de toneladas do grão, ante estimativa anterior de 114,7 milhões de toneladas. PÁGINA 7