Publicado em

A Embratel ganhou certame para oferecer serviços de computação em nuvem para o governo federal. Com deságio de 58,2% e disponibilização do serviço por R$ 29,9 milhões, a empresa venceu outros 11 grupos que entraram no leilão.

Com a Embratel Primesys, o serviço será ofertado para 12 órgãos. Entre eles estão os ministérios do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; Fazenda; Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), além do órgãos como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O contrato determina a provisão de serviços de Computação em Nuvem sob demanda, como o fornecimento de Nuvem Pública, pelo período de 30 meses, com possibilidade de ampliação para 60 meses. O valor da licitação foi R$ 29,9 milhões, que reduziu o valor de referência do edital de R$ 71,4 milhões. “A Embratel tem ampla infraestrutura, capaz de atender todas as demandas tecnológicas do Governo Federal”, afirma a diretora Executiva para Governo da Embratel, Maria Teresa Azevedo Lima. / Da Redação