8 motivos que explicam o amor e ódio com Mulher-Maravilha 1984

Filme foi lançado no natal de 2020 e desde então tem dividido a opinião do público e da crítica.

O primeiro filme de Mulher-Maravilha foi um sucesso, agradou público, crítica e fez bonito nas bilheterias mundiais. No entanto, a sequência, apesar de estar indo muito bem de audiência, tem derrapado quando o assunto é a opinião geral sobre o filme, que é diversa e dividida.

O filme se passa nos anos 1980, com Diana Prince (Gal Gadot), Mulher-Maravilha, morando em Washington e trabalhando em um museu. A heroína acaba se deparando com um mistério quando o local em que trabalha recebe alguns artefatos roubados que estavam circulado pelo mercado ilegal. Ao se deparar com uma pedra que promete realizar qualquer desejo, as coisas ficam complicadas para Diana.

O filme é ruim? Não. É ótimo? Também não. Mulher-Maravilha 1984 peca bastante e não se iguala ao primeiro, no entanto, não merece ódio também. O longa tem seus pontos positivos e negativos. Veja motivos que explicam a reação diversa que o filme tem recebido da audiência:

Como é o vilão de Mulher-Maravilha 1984?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Interpretado por Pedro Pascal, Maxwell Lord, é um dos pontos altos do filme. O ator manda muito bem na atuação, o personagem tem carisma e uma profundidade aceitável. Se formos comparar com o primeiro Mulher-Maravilha, os dois vilões tem desejos megalomaníacos, mas Maxwell se sai melhor no papel de entreter, principalmente porque esta sequência não se leva tão a sério quanto a antecessora.

Vilão de Mulher-Maravilha 1984
Ator Pedro Pascal no papel (Foto: Reprodução/Divulgação)

Mulher-Maravilha 1984 não tem cena impactante

Além de mudar o tom da narrativa, que no primeiro filme tinha um aspecto mais sombrio, o segundo longa metragem de Mulher-Maravilha deixa a desejar. Apesar de ter uma ótima sequência de ação na Casa Branca, o filme não tem uma cena que impacte tanto o espectador quanto a excelente sequência nas trincheiras do primeiro, cena em que Diana enfrenta soldados do lado inimigo.

Também falta algo que chegue a grandeza da primeira grande cena em que as Amazonas lutam para defender a praia de Themyscira.

Leia também: Mulher Maravilha 1984 tem maior bilheteria durante a pandemia

Volta de Steve foi acerto?

Outro ponto positivo foi o retorno de Steve (Chris Pine), que podia ser catastrófico e sem sentido, mas não foi. O retorno do personagem acontece de forma verossímil (dentro do mundo de super-heróis é claro), e traz a grande carga dramática que atinge Mulher-Maravilha no longa. A relação entre Diana e Steve continua ótima, cheia de química e envolvente para quem gosta do romance do casal.

Chris Pine e Gal Gadot
Cena do filme (Foto: Reprodução/Divulgação)

Representatividade feminina

Estamos em 2021, mas ainda existe muita gente que se incomoda quando certos grupos tomam os holofotes no cinema e na TV. Quando Mulher-Maravilha e Capitã Marvel estrearam nos cinemas, em 2017 e 2019 respectivamente, receberam duras críticas na internet, porém não apenas pela qualidade ou falta dela nas obras, mas também sobre o protagonista feminino, as críticas ao machismo, que eventualmente apareceriam nos filmes, assim como ataques pessoais contra as atrizes. Muito disso vem de um “ranço gratuito” que alguns espectadores tem de imediato quando assistem a uma obra que não tem medo de ser feminista.

Mulher Maravilha 1984 tem maior bilheteria
Imagem: Reprodução/Divulgação/ Warner Bros

Mulher Maravilha 1984 – Sequência inicial

As primeiras cenas da continuação foram de encher os olhos e um acerto no filme. A sequencia inicial mostra uma competição entre as Amazonas em Themyscira quando Diana ainda era criança.

Cena do filme
Cena (Foto: Reprodução/Divulgação/Empire)

Leia também: 10 filmes de suspense na Netflix que deixarão seu coração acelerado

Mulher Leopardo foi ponto negativo

Interpretada por Kristen Wiig, a segunda vilã de Mulher Maravilha 1984 pouco agrada. Falta muito carisma para que a personagem conquiste de verdade, e faltam mais interações com a protagonista para que a personagem da Mulher Leopardo/Barbara Minerva tenha boas cenas com a heroína. No geral, as atitudes de Barbara passam tédio e às vezes até vergonha alheia, quando a personagem acaba se envolvendo em algumas situações que soam bem pastelão por serem muito patéticas.

Kristen Wiig é a responsável por encarnar a vilã Mulher Leopardo em Mulher-Maravilha. Fonte: Warner Bros.
Kristen Wiig é a responsável por encarnar a vilã Mulher Leopardo. Fonte: Warner Bros.

Furos e motivações em Mulher-Maravilha

Um dos pontos negativos que mais prejudicam o filme são os furos, que podem ser encontrados em várias partes da trama. Assim como as motivações de certos personagens, que não são convincentes o suficientes. Vamos evitar os spoilers por aqui, mas é realmente possível que alguém consiga vencer uma batalha pelo bem estar da humanidade contando com o altruísmo de todo mundo? Sabemos que o mundo real não é bem assim. Além disso, muitos personagens de Mulher-Maravilha 1984 fazem burradas desnecessárias apenas para dar trabalho à protagonista.

Mulher Maravilha 1984 será lançado em streaming 
Imagem: Reprodução / Getty Images

Criar expectativa atrapalha

Uma coisa que sempre pode atrapalhar nossas experiências são as expectativas. Quando esperamos demais de algo, podemos nos decepcionar, mesmo se aquela música, filme, livro, série, entre outros, não for tão ruim assim, mas com nossas expectativas nas alturas, a experiência pode soar pior do que realmente foi. Mulher-Maravilha 1984 era um dos filmes mais esperados de 2020 e apesar de sofrer com os adiamentos, por conta da pandemia do covid-19, ainda contava com um grande público no aguardo do lançamento. Talvez a sequência ter sido tão aguardada, por causa de um ótimo primeiro filme, tenha prejudicado a percepção do público sobre a continuação.

Mulher-Maravilha
Mulher-Maravilha 1984 já arrecadou R$ 8,5 milhões em bilheteria no Brasil. Fonte: Warner Bros.

Veja também:

Top 10 da Netflix: os filmes e séries mais assistidos da semana

Oscar 2021: conheça Minari, filme que pode fazer história na premiação

Entenda porque Kim Cattrall não estará em Sex and the City

Zendaya aparece em trailer de novo filme da Netflix; assista

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes