14/11/2017 - 17h22 | Atualizado em 14/11/2017 - 17h56

Testemunha diz que emissoras pagaram propinas por direitos de transmissão de futebol

(Corrige 3º parágrafo do texto para esclarecer que a Fox Sports é uma unidade da Twenty-First Century Fox, não da News Corp)

Por Brendan Pierson

NOVA YORK - Uma testemunha chamada por promotores dos Estados Unidos disse nesta terça-feira durante o julgamento de ex-dirigentes de futebol que emissoras como a Fox Sports e o Grupo Televisa pagaram propinas para assegurarem os direitos de transmissão de partidas.

Esse é o primeiro julgamento que é resultado da investigação feita pelos EUA da corrupção envolvendo a Fifa, entidade que comanda o futebol mundial.

Alejandro Burzaco, ex-chefe da empresa de marketing esportivo Torneos y Competencias, citou as emissoras enquanto era interrogado por um promotor em um tribunal federal no Brooklyn, em Nova York. A Torneos y Competencias é dona junto com a Fox Sports, uma unidade da Twenty-First Century Fox, de uma companhia de marketing esportivo, a T&T Sports Marketing.

As empresas, que não foram indiciadas pelos promotores norte-americanos neste caso, não responderam imediatamente a pedidos por comentários.

O depoimento foi feito no segundo dia do julgamento de Juan Ángel Napout, ex-presidente da Conmebol e da federação de futebol do Paraguai, de Manuel Burga, ex-presidente da federação peruana, e de José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Reuters

Assuntos relacionados:

futebol
Imprimir
Publicidade

Caderno Especial

Especial MPE 2017

Versão digital (24/11/2017)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.