"Informe Econômico": Grandes empresas preveem expansão do PIB acima de 2,3%

Política Econômica
patrocínio:

27/07/2012 - 01h42 Comentarios nesta notícia: 0

"Informe Econômico": Grandes empresas preveem expansão do PIB acima de 2,3%

As perspectivas das maiores companhias brasileiras para o crescimento do País em 2012 são mais otimistas que as do mercado financeiro

Renato Carvalho - agências

Grandes empresas preveem expansão do  PIB  acima de 2,3%

As perspectivas das maiores companhias brasileiras para o crescimento do País em 2012 são mais otimistas que as do mercado financeiro. Segundo pesquisa da Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca) com 53 empresas, 62,7% esperam que o Produto Interno Bruto (PIB) cresça acima do patamar de 2,3% previsto pelo relatório Focus do fim de junho, referência para o levantamento. Para 68,6% das empresas a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficará acima de 5% no ano. Nenhuma espera queda do índice

A avaliação das empresas quanto a inflação apresentou reversão de expectativas sobre a última pesquisa, divulgada no fim do ano passado. Para Antônio Castro, presidente da Abrasca, o dado foi o mais surpreendente, já que o levantamento anterior apontava para a expectativa de estabilidade (56%) ou recuo (32%) do IPCA. O executivo avalia que a análise é respaldada pela combinação entre queda de juros e elevação no nível de custos. A maioria das corporações espera uma alta de 66,7%.

Em relação à Selic, há  um consenso de que ela fechará o ano em 7,5%, após um novo corte de 0,5 ponto percentual pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Do lado positivo, houve um aumento no percentual de empresas que preveem um incremento de investimentos próprios, a 46,3%. No fim do ano passado a maioria delas acreditava em estabilidade (48%) desses aportes. “O que explica isso a meu ver é uma visão de longo prazo. As previsões são de um crescimento maior  em 2013”, diz Castro.

Espanhola Mapfre tem queda de 20%  no lucro 

A seguradora espanhola Mapfre teve queda de 20% no lucro líquido no primeiro semestre deste ano, para 434,2 milhões de euros (US$ 525,7 milhões), de 543,2 milhões de euros no ano passado. A receita, no entanto, cresceu para 13,14 bilhões de euros, de 11,63 bilhões de euros. Os resultados foram afetados pela fraca economia da Espanha e esforços para cumprir as exigências de provisionamento. Os prêmios emitidos  caíram 6%, para 4,07 bilhões, enquanto no exterior aumentaram 39%, para 5,42 bilhões de euros.

Prejuízo do Lloyds reduz para 676  mi de libras

O Lloyds Banking Group informou prejuízo líquido de 676 milhões de libras no primeiro semestre, ante perda maior, de 2,31 bilhões de libras, no ano passado. Na mesma comparação, a receita do banco britânico caiu  para 16,25 bilhões de libras, de 16,52 bilhões de libras. O Lloyds tem recebido  reclamações de clientes que compraram os chamados Seguros de Proteção aos Pagamentos (PPI, na sigla em inglês), que mais tarde se revelaram ineficazes. O problema com os PPIs já custou ao Lloyds 4,26 bilhões de libras.

Ganhos da Starbucks sobem  19%  no trimestre

A rede de cafeterias norte-americana Starbucks anunciou  lucro de US$ 333,1 milhões, ou US$ 0,43 por ação, no terceiro trimestre fiscal, encerrado em 1º de julho. O resultado é 19% maior do que os US$ 279,1 milhões, ou US$ 0,36 por ação, registrados no mesmo período do ano passado. Segundo a companhia, o aumento é resultado da expansão das margens de lucro e do fortalecimento de suas vendas no mercado asiático. A receita líquida avançou 13%, para US$ 3,3 bilhões.

Tractebel registra ganho 4,1% menor,  R$ 344  - mi

A Tractebel informou na noite de ontem que seu lucro líquido caiu 4,1% no segundo trimestre de 2012, para R$ 344,4 milhões. O recuo foi justificado pela aceleração inflacionária e a depreciação do real ante o dólar e o euro, com efeitos sobre o endividamento da empresa. A receita líquida de vendas nesse período totalizou R$ 1,194 bilhão, valor 12,9% maior do que a registrada entre abril e junho do ano passado. O Ebitda somou R$ 779,9 milhões alta de 7,5%, com mar

CMN  aprova câmbio em caixas eletrônicos

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou o uso de terminais de autoatendimento para operações de câmbio. No caixa eletrônico, será possível trocar moeda nacional por estrangeira e vice-versa. Serão permitidas transações no valor de até US$ 3 mil. Em nota, o BC informa que foi eliminada a restrição quanto ao tipo de empresa que pode ser contratada para fazer o câmbio. Até agora, só empresas do ramo de turismo eram autorizadas. A partir de agora, qualquer pessoa jurídica, independentemente do setor.

Argentina fiscaliza compra de dólar no país

O governo da presidente Cristina Kirchner intensificou o cerco sobre o dólar ao anunciar que a Administração Federal de Ingressos Públicos (Afip), a receita federal argentina, enviará notificações às pessoas que compraram a moeda americana com o objetivo de viajar ao exterior e que finalmente não saíram do país. No total, a Afip identificou 6.800 pessoas que deverão devolver em um prazo de cinco dias os dólares comprados. Caso não devolvam os dólares estas pessoas serão punidas com multas.

Susep determina liquidação da Edel Seguradora

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) determinou a liquidação imediata da Edel Seguradora, de Porto Alegre, que estava em regime de liquidação ordinária. A decisão foi motivada pelo aumento das dívidas da companhia nos últimos três anos, de R$ 1,6 bilhão para R$ 7,9 bilhões. Além da insolvência, a Susep identificou operações de cessão de direitos e bens, compra de imóveis, com indícios de gestão temerária durante o processo de liquidação.



Seu e-mail não será divulgado.
Leia nossa política de privacidade.


Compartilhe sua opinião no site DCI e certifique-se que seu comentário está de acordo as Termos de uso do site.



Seu e-mail não será divulgado.
Leia nossa política de privacidade.


Compartilhe sua opinião no Portal DCI e certifique-se que seu comentário está de acordo as Termos de uso do site.

Cultura & Entretenimento

Entrevistas

Cadernos Especiais

Shopping

Versão eletrônica (23/07/2014)

Assine o jornal impresso e tenha acesso total a versão eletrônica. Conteúdo exclusivo para assinantes. Clique aqui e assine!

DCI no iPad, iPhone e Android

app-apple-store app-google-play
Veja mais: TVB Rádio Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa das Organizações Sol Panamby

Fazer login no DCI






Não possui login? Faça seu cadastro gratuito!

Problemas para acessar?