Plano de voo Liliana Lavoratti Editora de fechamento
31/08/2017 - 05h00

Tem uma tevê dentro desse celular?

Unidade de negócios da Positivo Tecnologia lança smartphone com projetor a laser integrado

"Tem uma tevê nesse celular?" A pergunta de um garçom, anteontem à noite (29), em São Paulo, durante evento de lançamento do smartphone Quantum V - da Quantum, unidade de negócios da Positivo Tecnologia -, ilustra o  interesse despertado pelas novas funcionalidades desses dispositivos. Ao completar dois anos de vida, a empresa brasileira sediada em Curitiba (PR) coloca no mercado um aparelho com projetor a laser integrado ao hardware e com foco automático, inédito no mundo.  "O Quantum V foge do tradicional no segmento por não exigir acessório acoplado para a função de projeção", diz Vinícius Grein, diretor de Produtos da marca.

 

Telões nos tetos e nas paredes

 

"O usuário pode ver vídeos em telões de até 80 polegadas. É um recurso único de projeção, que permite projetar vídeos com alta qualidade de imagem e que vai revolucionar a maneira como vendedores, professores, executivos e outros profissionais que precisam desse tipo de tecnologia, bem como proporcionar bons momentos de entretenimento. Com esse aparelho, adolescentes não precisam de televisor, podem ver seus vídeos e filmes projetados no teto ou parede", ressalta Marcelo Reis, diretor geral da Quantum. "É um celular para não faltar nada", acrescenta. 

 

Novos mercados

 

O Quantum Sky é outro lançamento da marca, que busca atender as  necessidades dos usuários detectadas em pesquisas. "O público quer mais memória, bateria potente e câmeras de altíssima qualidade, tudo em um único produto. É isso que estamos entregando em nossos dispositivos móveis, que reforçam nosso caráter inovador", enfatizou o diretor geral da Quantum. A empresa também anunciou expansão de negócios para Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile nos próximos meses. A África, onde a Positivo já fornece computadores e tablets, também está nos planos.

 

Inovação, carro-chefe

 

Com o Quantum Sky e o Quantum V, a fabricante nacional completa onze modelos à venda, cada um focado em um nicho diferente de mercado. Sem revelar números, a empresa informa que o total de usuários da marca cresceu 80% de janeiro a julho deste ano, e ganha cada vez mais relevância dentro do faturamento do grupo Positivo. O diretor geral da Quantum, Marcelo Reis, sublinha que "a inovação mundial do Quantum V será carro-chefe para ampliar o mercado, dentro e fora do Brasil".  Segundo ele, o preço dos aparelhos também ajudará nessa expansão.

 

Com a força de Neymar

 

Em continuidade à  política de vendas on-line - site próprio e marketplaces -, o Quantum V está em pré-venda por R$ 1,799 mil à vista e R$ 1,999 mil a prazo, e o Quantum Sky por R$ 1,349 mil à vista e R$ 1,499 mil a prazo. "Preços competitivos fazem parte de nossa estratégia para ganhar relevância no mercado", diz Marcelo Reis. A massificação da marca conta ainda com a conquista do jogador Neymar para estrelar a campanha publicitária. "Mostramos ao Neymar que a história dele é parecida com a da Quantum: talentos brasileiros que ganham o mundo", diz o diretor geral.

 

Tecnologia para gestão pública

 

O programa HubGov, desenvolvido pela startup de inovação na gestão pública WeGov, de Florianópolis (SC), forma amanhã (1) uma turma de 55 servidores públicos, que desenvolveram ao longo dos últimos oito meses soluções para melhorar processos no serviço público. O programa contou com a participação de representantes de 14 instituições federais, estaduais e municipais de Santa Catarina, como Correios, Justiça Federal, Assembleia Legislativa, Polícia Militar e secretarias de governo, entre outras. Na visão de Gabriela Tamura, diretora da WeGov, o programa foi pensado e construído "para que o setor público se mantenha atualizado com as transformações da sociedade e entregue o melhor resultado para o seu cliente, que somos nós, os cidadãos".

 

Cresce a certificação ...

 

O mercado nacional de certificação de energia renovável cresceu significativamente desde o seu lançamento, em 2014. Em 2017, de janeiro até o agosto, o número transacionado de Certificados de Energia Renovável, os chamados RECs Brazil,  superou as expectativas, totalizando 126.905, avanço de 18% sobre todo o ano anterior.  Quando começou, há três anos, foram negociados 350 REcs. Cada certificado equivale a 1 MWh de eletricidade produzida a partir de fontes renováveis. Com o crescente interesse voluntário das empresas por uso de energia renovável, a oferta do insumo também está se expandindo. Há no País 19 parques de energia renovável capazes de gerar RECs, informa o Instituto Totum, responsável pelo gerencialmente do Programa de Certificação de Energia Renovável brasileiro, junto com as várias entidades do setor.

 

... de energia renovável

 

Desses 19 parques, 15 já possuem o registro na plataforma internacional IREC, reconhecida mundialmente. O ritmo de crescimento e a demanda por compra de energia renovável tem surpreendido o Instituto Totum. "Toda semana recebemos pelo menos um contato de empresa interessada em registrar suas usinas renováveis na plataforma mundial, inclusive em breve teremos a primeira usina de biomassa registrada", afirma o diretor do Instituto Totum, Fernando Lopes.  A aquisição de RECs sinaliza ao mercado que as empresas preferem consumir energia renovável e, ao mesmo tempo, mostra o compromisso com a mudança de comportamento energético.

Drone para o campo

 

A Bembras Agro traz para o mercado brasileiro uma tecnologia considerada de última geração e difundida nos EUA e Canadá. O Farm Control, composto por um drone autônomo e software para tratamento de imagens. A ferramenta permite acompanhar desde a linha de início do plantio até volume de estoques a céu aberto. Também consegue mapear ervas daninhas, falhas e saúde do plantio, altimetria do terreno, contagem de plantas e animais. "As pragas podem ser identificadas e corrigidas antes de causarem danos à plantação. Além disso, os produtos fitossanitários podem ser aplicados com mais precisão e sem desperdícios, resultando diretamente na economia na safra", diz Johann Coelho,  cofundador e diretor de Produtos da Bembras Agro.

 

Visitas em shoppings

O fluxo de visitantes nos shopping centers do país, em julho, animou o setor para os meses seguintes. Os centros de compra receberam 2,58% a mais de visitantes, em relação a julho de 2016, de acordo com dados do Índice de Visitas a Shopping Centers (IVSC), realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE), em parceria com a FX Retail Analytics. Um dos segmentos que garantem a visitação em alta é o de alimentação, com mais de 13 mil restaurantes nesses espaços em todo o País. É um desafio constante para as redes se destacarem entre os concorrentes, destaca Marcus Vinícios, sócio da Tomatzo, rede de fast food de comida caseira presente em seis shoppings. "É preciso envolver desde o atendimento ao cliente até a entrega do produto final, atuando de forma padronizada", enfatiza.

 

Educação para jovens

 

O Instituto ProA, ONG referência nacional em educação voltada ao mercado de trabalho, registrou número recorde de pré-inscritos para seu programa gratuito de capacitação profissional e orientação de carreira para jovens de baixa renda de São Paulo. Em pouco mais de dois meses, período em que a pré-inscrição ficou disponível aos interessados, foram mais de 2.700 cadastros. O número é 50% superior ao registrado na pré-inscrição para o Processo Seletivo do início do ano, quando cerca de 1.500 jovens mostraram interesse em participar do programa. As inscrições para o processo seletivo começam amanhã (1). Nessa edição, a ONG selecionará 240 estudantes ou ex-estudantes da rede pública e com idades entre 17 e 19 anos. Esses jovens terão a oportunidade de passar por seis meses de capacitação profissional e serem indicados para oportunidades de emprego após a formação.

Imprimir
TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.